15 de dez de 2008

Sapatada é pouco

Alguém já perguntou onde anda o jornalista (colega) que e

Sapatada é pouco

Alguém já perguntou onde anda o jornalista (colega) que deu uma sapatada do presidente americo Jorge W. Bush ? Espero que não seja torturado ou morto pelo aparato norte-americano e seus aliados. Imaginem ! o povo iraquiano deve ter ficado muito feliz com aquele gesto. Aquilo deve ter aliviado a dor de centenas de famílias que perderam seus filhos, maridos e esposas. O bom é que na guerra da mídia o governo Bush perdeu de 10 a 0 e essas sapatadas vão até virar game da gurizada, pode apostar.

Crack em frente a SJS

Fiquei impressionado com a quantidade de viciados em crack que livremente fumam a droga a plena luz do dia. O local usado é estranho: em frente a Secretaria de Justiça e Seguraça Pública na Avenida Castelo Branco. Foi surpreendente assistir um joven parado no meio da pista de rolamento da Castelo, em frente a SJS, brigando com um poste. Isso mesmo, o rapaz estava delirando. A 10 metros dali mais quatro jovens estavam fumando a droga. Quem quiser constatar esa realidade, basta sair da cidade plo antigo acesso em frente a rodoviária e olhar ao longo da via essas cenas. pelo visto a SJS não consegue ver o óbvio, a droga está nas portas e nas barbas de nossas autoridades. Também já existe outra droga mais poderosa sendo comercializada na cidade, é a Merla. outro derivado da cocaina, porem pior que o crack.

O crack deriva da planta de coca, é resultante da mistura de cocaína, bicarbonato de sódio ou amônia e água destilada, resultando em grãos que são fumados em cachimbos.
O surgimento do crack se deu no início da década de 80, o que possibilitou seu fumo foi a criação da base de coca batizada como livre. O consumo do crack é maior que o da cocaína, pois é mais barato e seus efeitos duram menos. Por ser estimulante, ocasiona dependência física e, posteriormente, a morte por sua terrível ação sobre o sistema nervoso central e cardíaco. Devido à sua ação sobre o sistema nervoso central, o crack gera aceleração dos batimentos cardíacos, aumento da pressão arterial, dilatação das pupilas, suor intenso, tremores, excitação, maior aptidão física e mental. Os efeitos psicológicos são euforia, sensação de poder e aumento da auto-estima, e a morte.