19 de mai de 2009

Rindo à toa


Não entendi a felicidade do deputado Kalil Sehbe (PDT), na reunião que liberou sua bancada para assinar ou não o pedido de abertura de CPI. Talvez a sua assinatura, ou a falta dela no requerimento dará muita alegria à governadora Yeda e a turma do PMDB que já estavam apavorados com a abertura de uma Comissão Parlamentar. Essa turma vai longe..... Liberar a bancada foi a maneira que o PDT arranjou de lavar às mãos e deixar livres os deputados do PDT alinhados com às políticas de Yeda e contra a abertura da Comissão para investigar às denuncias de: caixa 2 da campanha da Yeda, a sua mansão, Detran (Atento) e licitações nas barragens. Os deputados que não assinam a CPI são: Gerson Burmann, Giovani Cherini e o risonho Kalil Sehbe.
Imagem: Guerreiro

Para ZH terceiro mandato na Colombia e segunda reeleição

Juro que li e passou batido a matéria veiculada Zero Hora no dia 17/05/2009 que trata da "segunda reeleição" de presidente Álvaro Uribe , da Colombia. Zé H para não levantar poeira e falar em terceiro mandato, usou esse sutil e inteligente recurso linguístico para não falar nesse sacrilégio (ahahah). Nossa mídia guapa, alinhada com a candidatura Serra, sequer ousa falar em terceiro mandato e crucifica qualquer parlamentar que proponha isso. Mas como Uribe é um baita reaça alinhado com a política norte-americana, essa da segunda reeeleição é de cair os butiás do bolso. Ainda fiz um esforço pra achar que isso não era sacanagem, mas o Marco do RS http://www.rsurgente.org/ me abriu os olhos (ahahahhaa) leiam a matéria do link acima e vejam com quem estamos lidando. (ahahahha) .

Chamem o Brizola !

É no mínimo estranho a manchete se Zero Hora de hoje que afirma que o PT admite excluir investigação de caixa 2, no entanto, se derem um olhadinha no editorial lá está a posição clara da empresa. Com o título "O desprezo pela verdade" Zé H descarrega sua verdadeira posição afirmando que até mesmo o presidente Lula admite o caixa 2 e ZH cobra do PT que investigue o caixa 2 e não a operação Rodin e a Solidaria. A razão seria porque o PT teria o rabo preso também com os esquemas de caixa 2. Hora senhores ! todo mundo sabe que o PT pagou um preço muito caro por ter em seus quadros gente safada, e uso aqui as palavras do saudoso deputado Adão Pretto: " Se é do PT tem que pagar duplamente, uma por ter errado diante da justiça e outra por ser petista". Na realidade o que o editorial quer dizer é o seguinte: Não toquem no PMDB, não toquem nas questões que envolvam parlamentares desse partido que estão envolvidos até o pescoço em falcatruas em licitações. Tudo isso está nos inquéritos da Rodin e da Solidária, inclusive com áudios (ahahahahahhaha). mas fiquem tranquilos, isso tudo faz parte do jogo da política, só falta o PDT aceitar. Chamem o Brizola !