11 de fev de 2009

Lula e Dilma em fotos virtuais com prefeitos

Estúdio oferece montagem de fotografias ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da ministra Dilma Rousseff, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, onde ocorre o encontro de prefeitos de todo o Brasil. O prefeito da cidade de Timbiras (MA), Raimundo Nonato Pessoa (dir.), terá sua imagem incluída digitalmente ao lado dos dois
fonte: www.terra.com.br

Lula abre fogo contra a grande mídia


Diante de quase 5 mil prefeitos o presidente Lula fez uma desabafo na frente de 5 mil prefeitos e prefeitas. Visivelmente irritado, Lula torpedeou a grande mídia, que condenou o governo por promover o primeiro encontro de prefeitos e prefeitas, dando a entender que o objetivo do evento foi articulado para beneficiar Dilma Rousseff. Lula disse : "disseram que este ato eu ia fazer o pacote da bondade e que o presidente vai dar dinheiro para prefeito bandido. Como é fácil julgar as pessoas. Não deram nem sequer a oportunidade para vocês [prefeitos] mostrarem que não são os ladrões que escrevem que vocês são." Lula também sentou a ripa em FHC dizendo que os prefeitos e prefeitas antigamente eram recebidos com cassetete e cachorros em Brasília e agora são recebidos como estrelas, como verdadeiros protagonistas. Lula valorizou a figura dos prefeitos e o trabalho desenvolvido por eles nas suas comunidades, aumentando a participação dos municípios. Lula também destacou os avanços e a democratizando serviços federais, facilitando a vida dos prefeitos e impedindo atravessadores de verba pública. Tenho certeza que Lula marcou um golaço ao defender os prefeitos, no entanto, Paulo Ziulkoski, presidente da CNM (Confederação Nacional de Municípios), foi deselegante com Lula, descarregando cobranças e exigências por mais recursos Federais e menos tributação. Lula foi elegante ao dizer que "nunca na história desse país" ahaha os prefeitos e prefeitas foram tão valorizados e respeitados e que dinheiro todo mundo quer, mas na hora de pagar impostos os ricos não querem pagar nada e mobilizam mundos e fundos contra os governos para se livrar da tributação enquanto que os pobres pagam a conta.

Câmara promove nova homenagem para Adão Pretto


No dia de ontem(10/2) o deputado Marcon (PT) fez o Grande Expediente na Assembléia Legislativa do RS em homenagem ao deputado Federal Adão Pretto, falecido no dia 05/02. Com a presença do presidente Michel Temer, o deputado Adão Pretto recebeu hoje (11/02),em Brasília, na Câmara dos Deputados, mais outra merecida honraria. Foi realizado um ato ecumênico com a presença de diversos parlamentares de todo o país, movimentos sociais, entidades, e variadas representações religiosas. Os deputados também apresentaram um projeto de resolução para que um dos plenários da Câmara receba o nome de Adão Pretto, para que fique marcado no Congresso a sua história de lutas pelos trabalhadores. Seu filho, Edegar Pretto, veio a Brasília representar a família em mais uma dentre tantas homenagens que Adão recebeu e ainda está recebendo.

Lula abre fogo contra a grande mídia

Diante de quase 5 mil prefeitos o presidente Lula fez uma desabafo na frente de 5 mil prefeitos e prefeitas. Visivelmente irritado, Lula torpedeou a grande mídia, que condenou o governo por promover o primeiro encontro de prefeitos e prefeitas, dando a entender que o objetivo do evento foi articulado para beneficiar Dilma Rousseff. Lula disse : "disseram que este ato eu ia fazer o pacote da bondade e que o presidente vai dar dinheiro para prefeito bandido. Como é fácil julgar as pessoas. Não deram nem sequer a oportunidade para vocês [prefeitos] mostrarem que não são os ladrões que escrevem que vocês são." Lula também sentou a ripa em FHC dizendo que os prefeitos e prefeitas antigamente eram recebidos com cassetete e cachorros em Brasília e agora são recebidos como estrelas, como verdadeiros protagonistas. Lula valorizou a figura dos prefeitos e o trabalho desenvolvido por eles nas suas comunidades, aumentando a participação dos municípios. Lula também destacou os avanços e a democratizando serviços federais, facilitando a vida dos prefeitos e impedindo atravessadores de verba pública. Tenho certeza que Lula marcou um golaço ao defender os prefeitos, no entanto, Paulo Ziulkoski, presidente da CNM (Confederação Nacional de Municípios), foi deselegante com Lula, descarregando cobranças e exigências por mais recursos Federais e menos tributação. Lula foi elegante ao dizer que "nunca na história desse país" ahaha os prefeitos e prefeitas foram tão valorizados e respeitados e que dinheiro todo mundo quer, mas na hora de pagar impostos os ricos não querem pagar nada e mobilizam mundos e fundos contra os governos para se livrar da tributação enquanto que os pobres pagam a conta.