14 de abr de 2009

Saia Justa para Lugo e para a Igreja

Sem entrar "ainda" no mérito da situação, o bispo emérito da diocese de San Pedro e presidente do paraguai, Fernado Lugo, entrou numa saia justa, literalmente (ahahahahahahha). Mesmo tendo a coragem de assumir a paternidade do menino Guillermo Armindo, fruto do romance com a bela jovem Viviana Carrillo, sua situação politica se enfraquece diante da pauta política do país e da oposição que, é claro, vai pintar e bordar em cima do tema. O senador Julio César Velázquez, do Partido Colorado, oposição a Lugo, pediu que a igreja católica excomungue Lugo por ter cometido estupro presumido. O relacionamento já teria mais de 10 anos e pelas contas, a jovem ainda seria menor de idade quando a coisa toda começou. A saber: o papa Bento XVI só liberou o bispo dos seus votos castidade em 31 de julho de 2008.

O fim do TJM. Um olho no peixe, outro no gato

Até que enfim uma noticia boa para o povo gaúcho. Nos próximos dias a Assembleia Legislativa receberá o projeto que acaba com Justiça Militar no Estado em primeira e segunda instâncias. O fim dessa mamata é de iniciativa do presidente do TJ, desembargador Arminio da Rosa que fez uma consulta interna junto aos magistrados gaúchos. Mais de 80% dos juízes entrevistados se posicionaram pelo fim da Justiça Militar. O presidente do Tribunal Militar, juiz-coronel Sérgio Antonio de Brum, se queixa de falta de diálogo (ahahahahhaah) e de não ter sido ouvido pelo TJ. Ué ! dialógo ? Chamem o coronel Mendes, esse é especialista no assunto (ahahaha). O coronel disse também que desejava modernizar o órgão. Ahhhhh ! quer dizer que a coisa era atrasada mesmo ?? Mas o melhor de tudo é que um pelotão inteiro de brigadianos voltarão a trabalhar nas ruas (assim espero), deixando que a Justiça Comum se encarregue de fazer justiça, garantido o direito de defesa aos acusados. Vamos ficar de olho na votação dos deputados, e como diz um amigo: Um olho no peixe, outro no gato.