15 de abr de 2010

Audiência discute criminalização dos movimentos socias em Caxias

A Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Câmara Federal está em Caxias do Sul em audiência pública para discutir a criminalização dos movimentos sociais, em especial, pela violência empregada pelo governo Yeda contra os trabalhadores que protestavam na frente da empresa Implementos, do grupo Randon. Na ação promovida pela BM o vereador Assis Melo (PCdoB) foi brutalmente espancado e agredido. Estão presentes no encontro o procurador Carlos Cezar D'Elia, representando a Procuradoria Geral do Estado (PGE), os deputados federais Pepe Vargas e Iriny Lopes, o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, deputado estadual Dionilso Marcon , a deputada estadual Marisa Formolo do PT e a deputada federal Manuela D´Avila, do PC do B. Também na audiência representantes dos movimentos sociais, Cpers, movimento sindical ,centrais sindicias, vereadores e lideranças políticas. A Brigada Militar não mandou representantes.