4 de jul de 2009

A crise é lá

Com a "crise" do Senado que nossa querida mídia coloca na conta do PT por apoiar Sarney, nossa querida governadora está lépida e faceira. Quem acredita que o problema no Senado é o Sarney está redondamente enganado. O problema é Dilma, é 2010. Faz parte do jogo sujo da política. Aqui na terra mais politizada do país Yeda está regando seus pés de "laranjas de amostra", o "asfalto". Yeda quer pavimentar seu caminho, passando a imagem de executora de grandes obras de pavimentação, passando por cima até de seus aliados do PMDB. Seu discurso usa o tal do déficit zero como a tábua de salvação dos gaúchos. O que a mídia não diz é que o déficit fez voltar a febre-amarela, abandonou a segurança pública e deu reajuste zero para 80 % dos servidores públicos. Da mesma forma, a saúde e a nossa educação não receberam o mínimo exigido pela Constituição. Sobre programas sociais, e nada é cobrado é claro, pois foram abandonados, assim como a agricultura familiar. Mas como a crise é em Brasília (ahahhaha) nossa mídia guapa e seus âncoras simplesmente "esqueceram" rapidinho das falcatruas guapas do PSDB e de seus aliados de governo. Espionagem política, Mansões compradas a preços de banana, desvios de recursos públicos, licitações comprometidas e mortes misteriosas devem ser esquecidas em nome das forças vivas do Rio Grande amado.