31 de mai de 2010

Israel ataca frota humanitária e mata 16 pessoas

ISRAEL atacou nesta segunda-feira um grupo de seis navios que transportava mais de 750 pessoas com ajuda humanitária para a Faixa de Gaza, causando 16 mortes e deixando 30 feridos. O ataque ocorreu em águas internacionais, a 128 quilômetros da Faixa de Gaza, próximo ao Chipre, no Mar Mediterrâneo.

A imprensa turca mostrou imagens captadas dentro do navio turco Mavi Marmara, nas quais se viam os soldados israelenses abrindo fogo. Em Istambul, várias centenas de pessoas tentaram atacar o consulado israelense.
A frota levava 10 mil toneladas de ajuda humanitária e, segundo Israel, não acatou o bloqueio imposto. Um dos barcos atingidos é grego, outro é turco. O líder do Hamas, Ismail Haniyeh classificou como "brutal" o ataque.

Vai embora sem pagar ?, By Kayer

30 de mai de 2010

Golfo do México: desastre incalculável


Que os norte-americanos são os maiores consumidores de energia e um dos maiores poluidores do planeta, todos nós já sabemos. No entanto, o pronunciamento do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmando que o vazamento de petróleo no Golfo do México não consegue ser detido há 40 dias, prenuncia um grande desastre ambiental no planeta.

Documentos internos da British Petroleum (BP), responsável pelo poço, afirmam que a tubulação já apresentava sérios problemas estruturais, assim como na válvula que impediria o fechamento do fluxo em caso de acidente. Como estamos falando de uma das maiores empresas exploradoras de petróleo do mundo, o PIG pouco fala do desastre que afetará a maior parte do golfo do méxico, trazendo prejuízos incalculáveis para o habitat marinho e para milhões de pessoas que vivem nas zonas costeiras do Estados Unidos: Alabama, Mississippi, Louisiana e Florida.

Espero que haja uma grande mobilização internacional para que, pelo menos, se investigue e se puna os responsáveis por essa verdadeira onda de devastação que aos poucos se aproxima do continente, destruindo a natureza, que levará décadas para se refazer novamente.

27 de mai de 2010

Compromisso com a juventude

Edegar Pretto (*)

Pela primeira vez, nos últimos 50 anos, o povo brasileiro, em especial nossa juventude, pôde voltar a sonhar com o seu futuro. O Brasil vive um momento ímpar em todos os segmentos: crescimento da economia, desenvolvimento social acelerado, transferência de renda e geração de empregos.

Em apenas sete anos de governo Lula conseguimos reverter o desastre da política neoliberal que atingiu milhões de jovens brasileiros e foi responsável direto pelo agravamento da pobreza e das desigualdades sociais no Brasil. A eleição do presidente Lula, no entanto, barrou esse período de trevas, e na educação fez a sua grande revolução, tendo nas novas gerações o foco principal dessa política.

Essas ações de governo foram muito além das garantias de acesso à educação para o jovem. Hoje, temos um projeto estratégico, que além de ampliar a rede pública de ensino, com a criação de novas universidades federais e de escolas técnicas, também apóia a cultura e a consolidação das políticas públicas de Juventude. Hoje, a criação de milhares de vagas nas escolas públicas e nas universidades, associada aos investimentos na educação, ampliaram os postos de trabalho, atualmente ocupados por 80% de jovens. No entanto precisamos avançar construindo políticas que discutam como e quando os jovens devem acessar o mercado de trabalho, e de que forma esses jovens podem disputar o acesso ao trabalho decente, sem que abram mão do acesso às políticas educacionais. Vamos construir juntos um programa que apóie o jovem, que o integre nas políticas de transferência de renda, na sua educação e qualificação.

Este ano temos eleições e precisamos buscar o apoio da juventude brasileira para esse grande projeto de desenvolvimento do Brasil que está em andamento. Temos, desde já, o compromisso de eleger Dilma Presidenta e garantir uma expressiva bancada de deputados federais, bem como reeleger o nosso senador Paim. No RS, precisamos recuperar o tempo perdido e fazer o Estado voltar a crescer, para isso, vamos eleger Tarso Governador e a maior bancada do PT na Assembleia Legislativa.

Acadêmico em Gestão Pública, Edegar integra o grupo Cantadores da Luta do Povo, que anima atos e manifestações através da música.

O PIG quer manter o fator previdenciário

O PIG está louco pra ver o presidente Lula vetar o reajuste de 7,72% concedido aos aposentados pelo Congresso, e vai entrar em orgasmos múltiplos se o governo vetar o fim do fator previdênciario, criado em 1999 por FHC. Afirmar que o Estado terá déficit caso as aposentadorias sejam corrigidas junto com o salário mínimo é papo de neoliberal.

Se o governo tem dinheiro para emprestar a fundo perdido para os Gerdau, para a GM, Ford e outras multinacionais,então tem dinheiro suficiente para pagar uma aposentadoria digna aos seus trabalhadores. Aliás, o presidente Lula poderia fechar seu governo com chave de ouro ao determinar o fim do fator previdenciário, derrubando mais um dos símbolos do atraso econômico e social do Brasil. Ainda bem que temos o senador Paim (PT), que além de defender os interesses do Rio Grande no Senado, é também um dos grandes guerreiros dos aposentados no Congresso Nacional, e um dos maiores lutadores pelo fim do fator previdenciário no Brasil.

O Congresso Nacional, ao contrário do que o PIG afirmou, tomou uma das maiores e melhores decisões dos últimos tempos a favor dos brasileiros, em especial para aqueles que ainda não se aposentaram. Se eu fosse o Lula assinava com muito gosto o fim dessa chaga criada no governo das trevas de FHC. Se queremos erradicar a pobreza no Brasil, vamos começar dando dignidade aos nossos aposentados.

24 de mai de 2010

Uma cidade decadente

Quando surgiu a onda da "mudança" patrocinada pela campanha de José Fogaça à prefeitura de Porto Alegre, o slogan era: "fica o que é bom, muda o que está ruim". Passados seis anos da gestão Fogaça (PMDB), o que se vê é que apesar dos grandes investimentos da especulação imobiliária em bairros nobres, a sensação de quem chega pela primeira vez na Capital dos gaúchos é que a cidade corre a galope rumo a decadência. Porto Alegre está suja, mal iluminada, mal sinalizada, com equipamentos públicos obsoletos, e como se não bastasse, travada pelo caos e a falta de planejamento no trânsito.

A parte cultural da cidade está praticamente entregue nas mãos de empresas privadas, que auferem grandes lucros ao cobrar preços salgados em shows e espetáculos, numa espécie de aparteid cultural. Não que essas empresa tenham que dispor de ingressos populares, mas é obrigação do poder público fomentar a cultura e a arte na cidade. Hoje, a população, em especial a periferia, está abandonada no que diz respeito a cultura, esporte e lazer.

Na semana passada, ao visitar a Feira da Agricultura Familiar em Porto Alegre, organizada pelo governo federal no cais do Porto, senti saudade daquele tempo em nossa cidade era o centro dos debates no que diz respeito ao fomento de políticas de vanguarda em saneamento, habitação, acessibilidade, cultura e políticas públicas.

Hoje, a prioridade do foco da prefeitura é Copa do Mudo e os recursos privados para a garantir o evento. No entanto, tenho a convicção de que isso será insuficiente para tirar a nossa querida Capital da vanguarda do atraso cultural, social e econômico.

23 de mai de 2010

Lula, o professor

Já faz algum tempo que o PIG guasca tenta vender a "pedra" de que a candidatura do petista Tarso Genro vive no isolamento. PP e PSDB, depois de muita briga e rachas internos terminaram agora o seu processo de fechamento de aliança. O PMDB e a cúpula do PDT fecharam apoio a Fogaça, mas perguntem para as bases se essa será a realidade ? Com a desistência de Beto (PSB), o caminho natural é aliar-se com o PT tendo o PC do B junto na Frente Popular. O PTB, mesmo isolado e acuado pelas denuncias do MP no caso Eliseu, tem força suficiente para fazer um percentual razoável no primeiro turno e, quem sabe, apoiar uma candidatura que de "governabilidade" e respeito ao Estado. Tarso, líder nas pesquisas, sabe que o PIG quer marcar em sua paleta a pecha de ISOLADO, mas também sabe que sua candidatura tem a simpatia das bases do PDT e do PTB, num eventual segundo turno, para chegar ao Piratini. Se Lula foi um bom professor na cadeira "arte da política de alianças no Brasil", Tarso Genro vai tirar 10 na prova no segundo turno.

22 de mai de 2010

CPI e o futebol

Não consigo imaginar como a nossa combativa Câmara de Vereadores de Porto Alegre ainda não abriu uma CPI para investigar a corrupção escancarada que envolve membros do governo Fogaça & Fortunati na Capital. Se fosse uma prefeitura do PT o PIG a essa hora já estava com quatro equipes nas portas do legislativo para questionar a hora e o dia da votação do requerimento. Os âncoras do PIG atacariam de todos os lados até que um bravo vereador de direita desse o último nome para a abertura da CPI da Corrupção contra o PT. O PIG só fala de Copa do Mundo e por 60 dias só ouviremos e falaremos sobre futebol, infelizmente.

21 de mai de 2010

Governando como gaúcho

Na sua visita relâmpago, que nem Yeda sabia, ao Rio Grande do Sul, Serra afirmou que vai governar como se fosse gaúcho (ahahahaha) Bem ! se pergarmos o restrospecto do ministros gaúchos do governo tucano de FHC, podemos afirmar que o RS voltará ao topo da lista dos Estados mais alijados dos recursos federais. Não conheço um ministro gaúcho do governo das trevas que tenham trazido investimentos e recursos de peso para o Estado. Serra tem razão, se tem a pretensão de governar como os gaúchos que apoiaram FHC, vai mesmo é fazer a velha e surrada política café com leite (São Paulo e Minas).

20 de mai de 2010

Guerra, santaaa

Ontem (19) o grupo Nuances promoveu ato público contra as declarações homofóbicas do arcebispo de Porto Alegre, Dom Dadeus Grings. O bispo chutou o pau da barraca durante assembléia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) ao afirmar que : “assim como hoje se fala em direitos dos homossexuais, daqui a pouco vão achar os direitos dos pedófilos”. Ele não poderia ter dado declaração mais infeliz, principalemente neste momento em que a Igreja Católica absorve o impacto da avalanche de denúncias contra padres pedófilos. Pediu pra levar, e levou. Imagens: Eduardo Quadros / Kiko Machado





18 de mai de 2010

Dilma pede passagem

A Pesquisa CNT/Sensus divulgada ontem (17) confirma que a petista Dilma Rousseff já pede passagem e ultrapassa José Serra na preferência do eleitorado. A petista recebeu 35,7% das intenções de voto, enquanto o tucano ficou com 33,2%. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos, o que caracteriza empate técnico.

17 de mai de 2010

Ganância sem limites

Eu gosto muito de conversar com pessoas que exercem profissões diferentes da minha, e que vivem um outro dia-a-dia. No sábado, conversei longamente com um caminhoneiro de Taquari e fiquei impressionado pelo alto nível de politização daquele cidadão. Além de abrir voto para Dilma e defender as políticas sociais do governo Lula, o motorista desabafou: disse que não aguenta mais pagar tanto pedágio e receber em troca péssimas estradas.

Ele também reclamou de uma suposta industria de multas nas estradas estaduais e da fiscalização arrogante(draconiana) desses patrulheiros. Ele lamentou também que nós gaúchos estamos ardilosamente cercados pelas praças de pedágios, que cobram valores exorbitantes e em troca nos oferecem vias simples, esburacadas e mal conservadas. O motorista também alerta que a influência tucana também ultrapassa as fronteiras do Mampituba e, assim como nós gaúchos, os paulistas também já estão cercados de pedágios .

Quando o assunto é governo estadual o motorista sai do chão (ahahahha) ao esbravejar a cara de pau da governadora Yeda, que propôs antecipar a concessão desses verdadeiros caça-níqueis em nossas estradas por mais 15 anos. Segundo ele, um caminhão não paga menos de R$ 400 reais em pedágios se a carga cruzar de Norte a Sul o RS. Faça o calculo ! quantos caminhões fazem esse trajeto diariamente ? Um carro de passeio , por exemplo, que precisa entrar e sair de Caxias paga diariamente R$ 12 reais (carro de passeio); quem anda pela BR386 desembolsa R$ 48 reais num veículo comum , e da mesma forma para quem vai para a Zona Sul do Estado ou sai da Capital.

Segundo o motorista a ganância dessa gente não tem limites.

12 de mai de 2010

A América que não está na mídia

O livro A América que não está na mídia, de autoria do jornalista Mário Augusto Jakobskind, Conselheiro da ABI e secretário-geral do SPJERJ (Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, será lançado em Porto Alegre e Pelotas, nos dias 12 e 13 de maio, respectivamente. A promoção é do Blog Somosandando, Coletivo Catarse e jornalistas independentes. Tem apoio do SindsprevRS, SindBancários de Pelotas, SemapiRS, Universidade Católica de Pelotas e Bancada PT na AL.

Com prefácio do jornalista Flavio Tavares e apresentação do coordenador do MST, João Pedro Stédile, além de comentário de Eduardo Galeano, A América que não está na mídia, editado pela Editora Altadena, aborda questões relativas a vários países da América Latina, geralmente não divulgadas pela mídia convencional, e discute a cobertura jornalística de um continente que está em processo de transformação. A orelha é do saudoso jornalista Fausto Wolff e a capa do cartunista Carlos Latuff.

Jakobskind, além de integrante do Conselho Editorial do jornal Brasil de Fato é correspondente do jornal uruguaio Brecha e nos últimos 25 anos tem se dedicado ao estudo da América Latina, tendo já publicado livros que versam sobre o continente, entre os quais, América Latina – Histórias de Dominação e Libertação. É editor do site Página 64, que se auto-define como “um novo espaço fora do esquema do pensamento único”.


Qual a cara do “A América que não está na mídia”?


Diria que é a cara de um continente em processo de transformação, fato e contexto ignorado pela mídia conservadora, que tenta a todo custo evitar que o tema em questão venha ganhar maiores espaços para o debate.

Esta é o segundo volume do livro. O que esta edição traz de novidade?

O certo seria dizer que se trata de um segundo volume de reflexões com fatos novos vividos em nosso continente. São sempre reflexões atemporais que podem ser lidas e debatidas em qualquer momento.

Você recentemente passou por Brasília. Lançou o site Página 64. Fale dessa outra iniciativa que participa.

Pagina 64, um jornal inicialmente de periodicidade mensal, visa contribuir para o debate sobre a nossa realidade, sempre apresentando a nossa memória. E isso com o objetivo de se entender melhor os dias atuais. Abril de 64 foi um marco, negativo mas um marco, na história brasileira. O país retrocedeu e muitas das reformas de base do governo Jango, guardando-se as devidas proporções dos tempos atuais, continuam vigentes.

A leitura e análise do período sem preconceitos e manipulações mostram claramente essa realidade.


Quem cogita assistir ao lançamento do livro em Porto Alegre ou Pelotas, deve esperar pelo quê?

O objetivo principal é debater . Quem for ao lançamento deve também estar imbuído desse espírito. Debater, participar do debate, contestar se achar que deve ou aprovar o ideário contido nas reflexões do “A América que não está na mídia”.

Pretende dar continuidade à proposta do “A América que não está na mídia”.

Possivelmente. Entendo que o tema continua vigente. Daí então...



SERVIÇO

Porto Alegre

QUARTA – 12 de maio - 19h

Avenida Lima e Silva, 280 (Semapi/ Sindicato)

PELOTAS

QUINTA – 13 de maio - 19h

Auditório Campus II UCPel

Rua Almirante Barroso, 1202

O PIG e sua idiossincrasia

O PIG tem a sua idiossincrasia quando o assunto é dinheiro público. Se o governo Yeda gasta anualmente R$ 160 milhões de reais em publicidade, a mídia guasca não condena, aliás, muitas vezes coloca seus vassalos mediáticos a fazer mais chantagem contra governos e o parlamento num claro objetivo de "sugar" mais dinheiro, garantindo uma gorda receita, numa espécie de bilhete garantido anual.

Quando o recurso público é destinado à recomposição salarial de funcionários públicos a mídia guasca abre fogo pesado e descarrega suas baterias sem piedade contra parlamentares ou qualquer governante que defenda salário digno ao funcionalismo. Aliás, grande parte desses servidores compõem uma classe media "consumidora" que é assídua ouvinte, leitora e assinante de veículos do PIG.

Fiz uma cálculo básico: se multiplicarmos R$ 160 milhões de reais x 4 anos teremos um montante de R$ 640 milhões de reais, ou seja, mais de meio bilhão que foram destinados para garantir uma plástica imagem mediática de um governo que desde o início não saiu do atoleiro de corrupção e falcatruas.

11 de mai de 2010

Faz um SUL21

Ontem estivemos no lançamento do jornal eletrônico SUL21. Achei fantástica a idéia de ter um espaço, mesmo que só eletrônico, para o debate político, mas sem as hipocrisias do PIG. Segundo o editorial de abertura, está garantido o contraditório a todas as correntes políticas, desde que defendam a democracia como um valor inegociável.

Segundo o Sul21, no mundo político inexiste neutralidade. Nenhum jornalista ou proprietário de jornal é neutro. e por honestidade com seus leitores, ressalvadas algumas divergências, apoiam o projeto de desenvolvimento em andamento no país, com diminuição das desigualdades regionais, econômicas e sociais. O editorial também avisa que mesmo esse projeto será visto criticamente pelo jornal eletrônico, pois a independência e a autonomia são indispensáveis para quem está assumindo um compromisso com a verdade e a democracia na informação. O editorial avisa que ninguém espere um alinhamento automático e incondicional do Sul 21, pois o compromisso é com princípios e não com as simplificações maniqueístas muitas vezes presentes no jogo político.

O SUL21 é um jornal veiculado exclusivamente através da internet e é propriedade de uma empresa formada por um grupo de profissionais liberais (advogados), que, juntamente com a jornalista Vera Spolidoro, editora-chefe, compõem o seu Conselho Editorial.

A materia de abertura é com O cineasta Jorge Furtado, que discute o isolamento cultural e político do RS

10 de mai de 2010

Uma caixa-preta

O brilhante texto publicado no blog Diário Gaúche que aponta a associação da Globo com o grupo RBS na criação de uma empresa para atuar na área de eventos, leia-se (shows), com investimentos na ordem de R$ 240 milhões trás a tona que esse tipo de operação é uma verdadeira caixa-preta. Segundo o blog, o pagamento de impostos, compromissos fiscais/trabalhistas/financeiros são arbitrados ao bel prazer e conveniência das próprias empresas realizadoras. Como não há um controle fiscal efetivo desse tipo evento, supostamente, superfaturar ou subfaturar, vai da vontade do empresário empreendedor.

Nós últimos meses vários shows internacionais foram realizados em Porto Alegre, organizados pelo grupo RBS e acredito que esses já são frutos dessa associação recente entre a globo e a empresa guasca. Portanto, cabe ao Poder Público (Receita Federal) começar a fiscalizar. Se precisar de alguma Legislação Estadual ou municipal a gente pode conseguir uma ajuda (ahahahahah).

7 de mai de 2010

Aumento especulativo do aço: o lucro dos Gerdau sairá do seu bolso

Na semana passada as montadoras anunciaram que podem reajustar os valores dos automóveis neste ano como resultado do aumento de custos, decorrente do reajuste do aço e do fim do redutor de 40% do Imposto de Importação de autopeças. Outros setores, tais como os da linha branca (geladeiras, fogões) também já cogitam tomar a mesma atitude.

No entanto, uma outra notícia veiculada no PIG chama a atenção. A nota diz que o lucro líquido do grupo Gerdau foi de R$ 573 milhões de reais, num aumento de 1.537,14% em relação aos R$ 35 milhões obtidos no primeiro trimestre do ano passado. Segundo alguns informes econômicos o preço do aço subiu 14% em abril.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, fez uma ameaça às siderúrgicas: se houver aumentos abusivos nos preços do aço, que provocarão um efeito cascata em toda a cadeia produtiva de bens duráveis (carros e eletrodomésticos, principalmente), o governo vai zerar a alíquota de importação do produto. Mantega pediu cautela aos empresários, que estão ávidos para recompor as margens de lucros perdidas desde a eclosão da crise mundial, no fim de 2008. "É preciso ir devagar com as margens para que não haja correções acima do razoável.

Ou seja, o grupo Gerdau aumentou sua margem de lucro para poder se recuperar da crise global. A mesma crise que eles provocaram, e que agora vão fazer a classe média brasileira pagar a conta. O engraçado é que isso o PIG não critica, aliás, silencia. O aumento expeculativo afetará diretamente o nosso bolso em 2010.

Que saudade do Bisol

Mesmo com todos os problemas e os boicotes de FHC e do PIG ao governo Olívio Dutra, até 2002, os gaúchos tinham certeza de uma coisa: o RS tinha uma política de segurança pública e o sistema prisional gaúcho era modelo de gestão nacional, referência para outros Estados.

Já no governo cínico-pacificador de Germano Rigotto (PMDB) o descaso e o abandono foram os eixos centrais da política mediocre do partido e de seus aliados num dos setores mais sensíveis da segurança pública. Com Yeda e o seu déficit zero então colocaram de vez uma pá de cal no sistema de segurança pública e no prisional. No último caso, nem com recursos federais disponibilizados (R$ 44 milhões de reais) algum presídio foi construído nos primeiros três anos do governo Yeda, e tudo o que foi feito até agora se deve a muita pressão social, até mesmo do PIG, que já não consegue mais esconder que chegamos ao fundo do poço, também nesse quesito.

No sistema prisional, tanto Rigotto quanto Yeda fizeram a política da maioria dos prefeitos gaúchos que exigem segurança, mas se recusam a ter presídios em seus municípios. Se a turma do PMDB e do PSDB acham que vão resolver o problema do sistema substituindo servidores da Susepe por policiais militares em presídios, estão redondamente enganados.

Ontem, foi veiculado mais um vídeo com agressões a presos, agora, na Penitenciária do Apanhador, em Caxias do Sul. As imagens mostram policiais militares agredindo presos com chutes e pauladas desferidas por cassetetes. Da mesma forma, fatos semelhantes ocorreram com servidores da Susepe no mês passado.

A Segurança Pública e o Sistema Prisional gaúcho representam hoje um misto de incompetência e negligência política, mas cada povo tem o governo que merece. Que saudade do Bisol.

5 de mai de 2010

Cavalo de Tróia neoliberal para os gregos

Os governos neoliberais estão oferecendo um verdadeiro "cavalo de Tróia" moderno aos gregos, ressuscitando a velha e surrada receita neoliberal que nós brasileiros tanto tivemos que tomar nos governos militares, de Collor, Itamar, e do tucano FHC. A Grécia está falida, e o governo daquele país, para receber 110 bilhões de euros (R$ 253 bi), precisa atender as exigências da banca internacional. Como o maior credor da Grécia é a Espanha é bem provável que também os espanhóis sofram os efeitos do "mercado" e de lambuja pegue Portugal nessa ola de quebradeira. No entanto, os gregos, ao contrário dos brasileiros à época, estão nas ruas, mobilizados e esperneando contra a injeção dolorosa da recessão, desemprego, achatamento salarial e demissões.

Aliás, os grandes especuladores globais que se salvaram da bancarrota, agora, estão mais receosos e precavidos. Segundo o economista João Pedro Stédile , mais de 60 % das industrias alcooleiras no Brasil já estão nas mãos desses especuladores, que investem pesado no setor de energia, numa espécie de poupança preventiva contra futuras quebradeiras internacionais.

4 de mai de 2010

Vannazi: Dilma representa um novo Brasil

O coordenador da campanha de Dima Rousseff no Estado, o prefeito de São Leopoldo Ary Vannazi, afirmou ontem em palestra que, se eleita, uma das principais metas de Dilma a frente da Presidência da República será a erradicação da pobreza no Brasil. Segundo Vannazi, Dilma não representa apenas a continuidade do projeto de desenvolvimento atual, mas um novo Brasil. Para ele, a ex-chefe da casa Civil de Lula representará um salto a temporal para frente no desenvolvimento econômico e social do Brasil. O prefeito destacou que em apenas 10 anos o Brasil poderá ser comparado a países ricos da Europa.

Na gestão do Estado, Vannazi também fez rasgados elogios ao desempenho de Dilma, que, segundo ele, é capaz de citar de memória todos os grandes projetos de desenvolvimento do pais em andamento, demonstrando conhecimento detalhado dos projetos de desenvolvimento do país. Para o prefeito, grande parte do sucesso do segundo mandato de Lula se deve ao estilo de Dilma de fazer as ações de governo acontecerem, e quem conhece o estilo de trabalho de Dilma quando ela foi secretária no govero Olívio Dutra no RS sabe do que estamos falando.

Vannazi também alertou que o modelo de gestão de Serra pode ser comparado ao modelo do governo tucano guasca que nesses três anos estagnou economicamente o Estado. O prefeito também destacou que o Rio Grande do Sul cresceu economicamente em apenas dois governos: Alceu Collares (PDT) e Olívio Dutra (PT), e que as gestões do PMDB no RS (Simon, Britto, Rigotto) estagnaram a economica gaúcha e o desenvolvimento social.

Sobre Fogaça, Vannazi entende que o ex-prefeito deixou a cidade de Porto Alegre sem nenhuma política de gestão, e que a Capital ficou no automático nesses últimos seis anos ao sabor de políticas isoladas de secretários e diretores de departamentos, propiciando grandes problemas de infraestrutura para a cidade.

No debate, muitas pessoas destacaram que a grande mídia, após a renúncia de Fogaça, agora redescobriu Porto Alegre, e fará de tudo para desgastar o prefeito Fortunati propiciando uma disputa interna dentro do PDT para a indicação da vaga a candidato para prefeito daqui dois anos.

3 de mai de 2010

Lula,o PIG e o Dr. Jekyll

Hoje (03) nossa abelha rainha discorre sobre hipocrisia dos partidos políticos que fazem campanha eleitoral antes do período determinado pela justiça eleitoral. Ela também faz um ataque velado ao presidente Lula dando a entender que há uma estratégia nacional da grande mídia para carimbar no presidente a imagem de uma pessoa que mudou de personalidade, que agora passa por cima de todos, por cima das leis, uma ditador, um monstro, um dr. Jekyll .

Ela "esqueceu" de dizer que essa hipócrita campanha eleitoral é feita diariamente pelo próprio veículo que trabalha, dando vez e voz para os setores mais conservadores, garantindo aos pré-candidatos da empresa generosos espaços em seus veículos. Aliás, o PIG guasca tem se revelado um dos mais burladores das regras eleitorias, utilizando para isso as artimanhas jurídicas e as brechas da legislação que eles tanto criticam.

Esses hipócritas, diariamente enxertam notinhas com o nome de sua candidata ao senado, revezando o nome dela com a de outros dois candidatos (Paim e Rigotto), ou seja: nas notas com Paim ou com Rigotto ela sempre aparece e leva vantagem quantitativa. O PIG também prêmiou o seu pré-candidato a deputado federal com artigo de opinião. Afonso Motta ,(no link da foto é o mais alto que faz zóinho), que deixou a vice-presidência institucional do grupo no dia 10 de dezembro para concorrer a deputado federal pelo PDT também foi o ex-diretor jurídico da RBS e um dos criadores do Canal Rural, além de ser pecuarista e produtor rural em Alegrete. Na semana passada, mais uma vez, a página de opinião foi dada a ele, com o tema "Campanha eleitoral pela internet, que na minha opinião, deveria ter sido escrita por um especialista, mas foi "estranhamente" dada para um produtor rural, como ele mesmo assina e ex-funcionário da empresa.

A HIPOCRISIA DO PIG NÃO TEM LIMITE