12 de ago de 2010

Verme é condenado por assassinar a cadela Preta

Ontem (12) o verme que só faz peso na terra foi condenado pelo assassinato da cadela Preta, ocorrido há cinco anos, quando foi amarrada a um carro e arrastada até a morte em Pelotas. O verme foi julgado por três desembargadores da 21ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado (TJ). O verme terá de pagar R$ 6 mil, revertidos como doação para o canil municipal pelotense. Pra mim, quem é capaz de fazer isso com um animal é capaz de fazer isso com qualquer ser humano, basta ter oportunidade. Entendo que a pena pecuniária é muito pouco e gostaria que esse verme pegasse um "confortável" xilindró numa "moderna" cadeia gaúcha durante uns trinta dias. A prefeitura de Pelotas deveria erguer um monumento a Preta, um monumento conta a crueldade e a tirania, contra a desumanidade de gente que não merece estar vivendo em sociedade. Mas como aqui se faz a justiça dos homens, vamos esperar pela outra.