20 de mar de 2009

Mar de Lama

Se das oito gravações entregues pelo promotor de Lajeado Pedro Rui Porto apenas uma era legal, como o Ministério Público vai explicar os grampos frios que o próprio MP entregou ao ex-ouvidor Paiani. Está mais do que na hora dessa turma toda dar uma explicação convincente à sociedade, ao invés de dar férias para um dos principais envolvidos no escândalo. Li uma crítica na mídia guasca que dizia ser um exagero a participação da Polícia Federal neste caso. Vejamos: se o governo do Estado, a secretária de Justiça, a ouvidoria e o Ministério Público Estadual estão atoloados nessa lama até o pescoço, quem então pode nos salvar, se não a PF ? Quem garante que essas foram as únicas escutas ilegais do guardião se até mesmo os próprios deputados desconfiavam que seus telefonemas eram ouvidos por arampogas. Até o momento não se divulgou os nomes de nenhum responsável pelo sistema guardião (se é que havia) e o secretário-general ainda não abriu a boca nem pra dizer o nome. Nossa desgovernadora está novamente em um tur pelo país para divulgar as maravilhas de seu governo, enquanto isso a mídia guapa faz o que pode pra segurar a o mar de lama que cobre o Piratini e pelo visto já está chegando ao Forte Apache (sede do MP).

Know-how gaúcho em Minas. Fala Liderança !


Hoje(20), na coluna de Ana, a Vieja, está anunciado com pompa o almoço de José Otávio Germano (PP) (único deputado gaúcho convidado) para o manjar com o governador Aécio Neves (PSDB), que será, segundo informa a coluna, na segunda-feira (23), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte. A nota diz ainda que o encontro foi agendado pelo diretório do PP mineiro (ahhahahahaha) . Acho que o PP mineiro quer levar o Know-how do ex-secretário do governo Rigotto para Minas, tendo como ênfase especial a área de trânsito. Pelo visto o RS já pode exportar conhecimento. (ahahahha) Fala Liderança !

O MP e a saída à Francesa ou é Inglesa

Na rivalidade histórica entre Franceses e Ingleses, também nas guerras, em forma de brincadeira, disputavam entre si qual dos seus soldados abandonavam primeiro seus postos nos campos de batalha, (saiam de fininho do enfrentamento). A expressão cunhada pelos Ingleses foi take french leave e a dos franceses a filer à l'anglaise . O certo é que em terras tupiniquins a versão inglesa foi aceita com mais naturalidade (ahahahah). Aqui na terra guasca, o "valoroso" MP seguiu a risca a velha prática dos soldados franceses e ingleses e determinou que o promotor eleitoral de Lajeado, Pedro Rui da Fontoura Porto saísse de férias. Enquanto o MP debanda, Paiani afirma ter conseguido gravações de grampos ilegais que teriam vazado. O que tiramos de lição disso tudo é que um deles mente, e mente bem. Porde trás de tudo isso está a encobertação de algo bem mais cabeludo. Será que não é melhor que se vá os anéis para que não se percam os dedos das mãos ? ou seria todo o braço (ahahahahhahahah).