25 de mai de 2016

Divulgação de Indicadores de Segurança do RS Passam a Ser Semestrais

O Governo Sartori determinou que vai liberar dados estatísticos sobre a violência e a criminalidade no RS apenas a cada semestre e não a cada três mesescomo antes. Lembro de deputado de oposição ao governo do PT e a própria mídia que urravam exigindo divulgação mensal a divulgação dos indicadores e até aplicativo de violência foram criados.

21 de mai de 2016

...Ministérios da Ditadura eram de alto quilate, diz o hipócrita Davi Coimbra ao defender Temer


"....A ditadura militar não precisava agradar aos políticos. Assim, os ministérios da ditadura eram de alto quilate....." Essa foi uma das pérolas do hipócrita e jornalista David Coimbra para justificar a formação do ministério golpista de Temer, que possui sete investigados na Lava a Jato. Sobre a escolha de Romero Jucá como ministro, Davi suavemente diz que a escolha de Temer foi uma da "opções políticas duvidosas", mas logo emenda que todo o ministério poderia ser formado de homens brancos ou de negros, tanto faz, desde que trabalhe bem.

Hipócrita, não diz que a Ditadura Militar entregou uma dívida pública astronômica para o governo civil, a corrupção era em escala geométrica, a educação pública foi dizimada e as ferrovias cederam lugar aos carros e ao asfalto, enriquecendo multinacionais, empreiteiras e políticos da Arena/PDS  (hoje PP e DEM).

Hipócrita, fala em Negros em todos os ministérios ?? Não brinca Davi. Os brancos da casta política brasileira reproduzem o que seus antepassados da Casa Grande sempre fizeram, lugar de negro e pobre é na favela e na senzala e não na Universidade ou em aeroporto.


Hipócrita, na ânsia em defender Pedro Parente como "sagaz administrador de crises" esbarra na verdade que o tempo deixa marcado na história: foi o ministro do apagão de FHC, período que afundaram uma plataforma marítima (P36) avaliada em US$ 1 bilhão de dólares além da morte de 21 pessoas. Pedro Parente administrou o caos no sistema elétrico, que por falta de investimento obrigou o governo a administrar apagões. Parente diz que não vai admitir político na Petrobras  kkkk. Seu discurso foi claro: vou cuidar da Petrobras para seus acionistas, ou seja, para dar lucro para os grandes investidores que compraram ações em baixa  da Petrobras no pico da Lava a Jato e agora vão ganhar bilhões.

19 de mai de 2016

O Coronelismo voltou, você terá que ser amigo do rei.

Há 15 anos se algum prefeito ou governador precisava de recursos tinha que ser amigo do rei (FHC) e correr com o pires na mão pedindo ajuda, ficando devendo favor. Esqueçam cadastramento automático de projetos se você não é amigo do rei.  Ontem a senadora de todos os gaúchos postou nas suas redes sociais como vai ser e correu para pedir ajuda do líder do governo no senado Romero Jucá para liberar recursos para o prefeito de Pelotas. É o velho coronelismo voltando com toda a força.

Agricultura Familiar: Quem vaiou a Dilma vai Colher o que Plantou.

Temer e Paulinho da Força estendem a mão ao agricultor familiar e garantem uma Secretária Especial para quem coloca o alimento na mesa. Para quem já teve um Ministério para coordenar políticas públicas isso é um deboche dessa turma. Na realidade é um sinal, um símbolo de que os pequenos não representam nada. O status de Ministério é simbólico e especial, pois garante assento nos grandes debates, mas isso não é mais importante. Você, pequeno agricultor,que vaiou a Dilma, vai colher o que plantou. A lógica agora é o beija mão, tudo centralizado no Planalto e os prefeitos correndo para pedir migalhas ao Temer e sua turma.

A Reforma da Previdência de Temer tem DNA de FHC



Na reforma da previdência do Temer, o golpista,  tem muito DNA de FHC da década de 1990. A proposta a ser votada a toque de caixa pelo Congresso e aprovada pelo Centrão, o trabalhador brasileiro que possui hoje 18 anos precisará trabalhar 5 anos a mais para receber sua aposentadoria, isso considerando que nunca deixe de recolher INSS e tenha pleno emprego. Se nesses 65 anos ele deixar de contribuir durante três anos, provavelmente só vai receber algo restando pouco tempo de vida. Já a casta do judiciário, além de receber acima do teto e auxilo moradia bilionária, se aposenta pelo teto e com proventos integrais. O que o Mercado exige mesmo é que o Brasil faça a lição de casa neoliberal, garantido dinheiro farto para banqueiros além da garantia de privilégios da classe política. Reduzir o tamanho do Estado significa cortar programas essenciais na saúde, na educação e para aqueles que mais necessitam.

18 de abr de 2016

Temer é a ponte para o abismo

É repugnante ver jornalistas amestrados defendendo o golpe de seus patrões com o pretexto da falta de governabilidade. O que está em jogo não é o governo Dilma e nem o PT e muito menos combate a corrupção, mas a colocação na prática da agenda neoliberal.

O programa Ponte para o Futuro do PMDB na realidade é um trapiche para o abismo e recessão, traduzidos através de mais (+) impostos (+) privatizações (-) CLT e reforma da previdência. 

Bancos Públicos, Estradas e Estatais estão na mira e é claro que o Congresso vai votar com o seu bolso, onde a propina vai rolar solta, depositada em contas offshore ou em paraísos fiscais na suíça, como foi na época de FHC. Usufrutuários para corruptos e anistias para ladrões não vai faltar, afinal o Mercado exige.

O ajuste fiscal dessa agenda é para garantir mais lucros aos bancos e para isso  vão aos poucos cortar programas sociais e recursos para coisas "supérfluas" como universidades e bolsa vagabundo como chamou o deputado gaúcho Alceu Moreira do PMDB sobre o Bolsa Família.

O pato do impeachment que vai pagar é o trabalhador

Os articulistas dos grandes jornais já dão como certo a consumação do golpe no senado tendo como possível relatora a senadora da bancada do PRBS Ana Amélia Lemos.

Já anunciam até que o sacrifico será grande (privatizações, aumento de impostos, reforma na previdência, na CLT e volta da CPMF).

Esse foi o preço que a Fiesp impôs, afinal será de lá que sairá o grosso do dinheiro que bancará as eleições municipais deste ano. Sem empreiteiras, o jogo todo está nas mãos dos banqueiros. CAIXA 2 VAI ROLAR SOLTO.

1 de abr de 2016

Moro grampeou advogados de investigados, revela operadora de telefonia


Se comprovado que a operadora de telefonia que executou a ordem para interceptar os telefones dos Advogados de defesa de réus e investigados da Lava a Jato havia informado duas vezes ao juiz federal Sergio Moro sobre o crime, é bem possível que o magistrado seja afastado do caso e as provas colhidas sejam anuladas.

Segundo notícias, dois documentos enviados pela Telefônica à 13ª Vara Federal de Curitiba deixam claro que os números grampeados são de advogados de defesa, inclusive do presidente Lula e do Instituto Lula.

Outro crime cometido por Moro que ainda não foi esclarecido devidamente é o de o juiz ter veiculado gravação com a presidenta da República sem a devida autorização do Supremo Tribunal Federal.


Pelo visto, a ânsia de juiz Moro em colocar Lula na cadeia e incitar o impeachment vai determinar o seu próprio afastamento do processo quando a poeira baixar. Ele ainda, provavelmente, terá que responder criminalmente pelos atos praticados sem o devido respeito à Constituição.

31 de mar de 2016

Globo chancela apoio aos autores de Impeachement, que atacam prefeitos e criminalizam a politica


Como num jogo com várias fases, agora vem aquela que aparece "gente comum", do povo, pedindo impeachment. Mentira ! precisam de uma cara sem ficha-suja para legalizar os argumentos e que não aparece os verdadeiros articuladores do golpe de Estado.

Foram quase 20 minutos de uma baboseira que misturou economês do mais alto tucanato, defendendo em ultima análise que o governo economize em saúde, educação e em investimentos em infraestrutura para pagar somente os juros da dívida pública.

Nunca ouvi na minha vida algum jurista defendendo o golpe de Estado com argumentos tão medíocres e que na prática não mudam a vida de ninguém. Os argumentos da senhora Janaína chegou ao ponto de criminalizar todos os prefeitos do Brasil, pois em determinado momento ela afirma que prefeitos também foram cassados por ações semelhantes.

Ao citar os prefeitos na sua cantilena, a jurista avisa aos munícipes de que a serpente neoliberal não quer despesa com programas sociais, pois o Mercado exige esse dinheiro limpo para o bolso dos banqueiros.


Dilma é uma pessoa com reputação ilibada, ao contrário daqueles que desejam apear um governo democraticamente eleito pelo povo.