1 de dez de 2009

Eu chorei ao assistir

Indústria naval já é a 6ª do mundo


Segundo sites especializados, o Brasil já é o sexto Polo Naval do planeta e já possui mais de R$ 55 bilhões em investimento e encomendas, segundo o BNDES. Em apenas sete anos, os empregos saltaram de 2.000 para 45 mil e mais cinco estaleiros se agregarão aos 25 que já existem, tendo a capacidade de gerar até 3.500 empregos.
A maior cliente das encomendas é a Petrobras, que desde pela decisão do presidente Lula exige fornecedores locais. A base industrial da indústria naval brasileira não vem do petróleo que produz menos navios, mas faz unidades mais avançadas tecnologicamente e mais caras. A amaldicionada Venezuelana PDSVA de Chaves já encomendou dez petroleiros ao Brasil e novos estaleiros serão necessários para abrigar a demanda.
Nosso maior estaleiro está no estado de Pernambuco, no porto de Suape.O polo naval gaúcho também avança, gerando empregos em todo o Estado. Nessa semana, na revista Carta Capital o presidente Lula é apresentado como o líder com a maior aprovação do planeta e, é claro, do Brasil. Quem torpedeou Lula por anos a fio, não tenha dúvidas, será afundado em 2010 nas eleições.

A reza da propina é impagável



O governador do DEM José Roberto Arruda ameça abrir a caixa de Pandora caso o seu partido tome a iniciativa de expulsá-lo (deve saber muitooooo ahahahha) . Isso significa que muita boa que sobe na tribuna para dar discursos em defesa da ética tem os pés de barro. O que eu achei mais engraçado nisso tudo foi a desculpa do governador Arruda de que aquele dinheiro seria para comprar panetone para os pobres (como eles inventam isso ?? ahahahahaha). E aquela gravação da "reza da propina" é impagávellll, assim como o dinheiro na meia e na cueca. Por aqui, o boicote à CPI impede qualquer investigação e os esquemas de corrupção provavelmente serão abafados pela base aliada de Yeda (PMDB,PTB,PPS,PP).Nossa midia escamoteia, mas o povão sabe que ficar mais quatro anos com essa gente é definir o afundamento político do Estado.