11 de jun de 2009

Chamamos isso tudo de déficit zero

Como é que um Estado que assume que falta 10 mil vagas nos presídios, não para de construir foruns e sedes nababescas para o Ministério Público. Alguém pode dizer que não tem nada a ver, mas o certo mesmo é que nossas elites guapas estavam pouco ligando para nossa segurança pública e muito menos para o sistema carcerário do RS. Nos últimos 10 anos foi muitooooo melhor para nossa querida mídia papagaiar baboseiras no rádio, na TV e elaborar teses estafurdias em seus jornais sobre sensação de segurança do "fala liderança" do governo Rigotto, e apoiar até os ossos os métodos de bate primeiro e pergunta depois do coronel Mendes, acompanhado de sua camarilha. Como a coisa toda explodiu de uma vez só, resta agora apenas um debate sério sobre o tema, sem a partipação de "entrevistados selecionados" de plantão, que só servem pra dizer o que a grande mídia quer que nós assistamos , ouvimos ou lemos. Aliás, estou cansado de ver sempre as mesmas figurinhas das chamadas "forças vivas" da sociedade (ahahahahha), bota vivas nisso, falando pelos cotovelos sem nem ao mesmo saber do problema. A falta de investimentos do governo estadual não é só na construção de presídios, é também na saúde, na educação e na valorização dos servidores públicos. Para quem não conhece isso tudo, chamamos essa M... toda de déficit zero. Abra os olhosssss ahahahahhahahah