20 de abr de 2009

Seca ? Chamem a Fundação Cacique Cobra Coral


Chamem a Fundação Cacique Cobra Coral porque se depender de alguma ação do governo Yeda e de seus aliados do PMDB nada será feito para os 80 municípios que já decretaram situação de emergência devido a seca. Até o momento não se vê nenhum movimento do secretário estadual de Irrigação e Usos Múltiplos da Água, Rogério Ortiz Porto para ajudar nossos agricultores. Desculpe ! O secretário tem feitos movimentos sim, mas no sentido da avenida Ipiranga, sede da Policia Federal, pois está sob investigação da PF em um inquérito envolvendo a construção das barragens dos arroios Jaquari e Taquarembó, obras do PAC. Antes de ser eleita, Yeda prometeu acabar de uma vez com o problema da seca no RS (ahahahha). Até agora nem o mínimo foi feito e a estrutura da secretaria não se justifica. Nenhuma ação concreta para amenizar os efeitos da estiagem que já atingem mais de 700 mil pessoas em todo o estado foi tomada e nossa imprensa nada cobra. O mais hilário em tudo isso é que nossa valorosa mídia guapa tem memória curtíssima, nossos âncoras e colunistas tratam o assunto em leves pinceladas, esperando que São Pedro ajude e o assunto desapareça da pauta. Nossa mídia guapa está preocupada mesmo é em ajudar a desconstruir a imagem de um delegado federal que desmantelou uma das maiores quadrilhas de colarinho branco da era FHC e e transforma homo-habeas-corpus Dantas em santo.