15 de nov de 2010

Tramandaí: A Tombstone do Litoral norte

Além dos carros-boates que aportam na cidade de Tramandaí nos finais de semana, trazendo ordas de bêbados, que passam à noite com o som ligado no mais alto grau, superior até a de uma turbina de avião, agora, também, a cidade sofre com uma espécie de arrastão para furtar radios de automóveis, pertences e os veículos, seja onde estiver. Pude presenciar neste final de semana uma senhora desesperada porque roubaram seu automóvel de dentro do estacionamento de um hipermercado da cidade.

Conforme me informa um morador antigo da cidade, somente na rua perto de uma pizzaria tradicional de Tramandaí, a Tio Bidi,  foram arrombados 10 veículos em questão de 1 hora.  Deixar o carro na beira da praia ou em ruas próximas, pode ter certeza, é 100% de chance de que seu veículo será arrombado ou furtado.

Cabe ressaltar ainda que as forças "vivas" de Tramandaí se recusam a ter uma penitenciaria na cidade, obrigando a cidade de Osório a receber grande parte de seus presos, ocupando cerca de 60% das vagas com apenados da Capital das Praias.

Infelizmente o que impera na cidade e no Litoral Norte é a especulação imobiliária, o desprezo por uma política social séria, e a falta de rigor na segurança pública , em especial  com aqueles que chegam para fazer verdadeiros  bordeis a céu aberto e acham que aquilo é  terra de ninguém. Saneamento  Básico ? ahahahahah, tratamento de efluentes (ahahahahahahcofcofcofof). A Capital das Praias está, para quem viu o filme, uma verdadeira Tombstone, sem lei e sem ordem.