17 de mar de 2009

Surpresaaaa ??

Acompanhei atentamente a entrevista do promotor Pedro Rui Porto, de Lajeado à rádio Gaúcha hoje pela manhã. O promotor, quando questionado pela abelha rainha sobre o fato de que o ouvidor Adão Paiani já teria sido demitido há três dias e com ampla divulgação na mídia, o promotor simplesmente disse que lia apenas jornais regionais e que não sabia de nada. (isso é um atestado de ......?) Outro fato que chama a atenção na entrevista é de que em determinado momento ele afirma que havia separado de seis a oito CD's para entregar ao "ouvidor". Pelo que entendi o material já estava pré-separado para a entrega. E a tal da reforma na ouvidoria que agora vai ficar sobre o comando de Yeda. ahahahahahha Aliás, quem será que a governadora nomeará para presidir o MP. Surpresaaaa!

Foi importante contar contigo

A imagem do fotógrafo Eduardo Quadros revela um momento ímpar que ocorreu ontem(16/03) na Expo-direito. O frase escrita no portal que está acima da governadora e do deputado Federal José Otávio Germano (PP) revela tudo: " foi importante contar contigo. Até 2010 !" A nossa grande mídia, que sempre gosta de furos de reportagem "esqueceu" de registrar esse importante momento de reencontro de um deputado indiciado na operação Rodin pelo desvio de R$ 44 milhões de reais e a governadora Yeda Crusius Em outros tempos esse silêncio da mídia, se fosse outro governador, seria impossível e certamente a imagem acima seria, A CAPA de algum jornal guasca matutino. VIVA A IMPRENSA LIVRE .

Quem está mentindo ?

Ou o promotor de Lajeado Pedro Rui Fontoura Porto está mentindo sobre a entrega das escutas que envolvem membros do goveno Yeda ao ex-ouvidor Paiani ou este falta com a verdade sobre o tema. O fato é grave. Como um promotor revela uma prova de uma investigação para um membro do governo, pois foi assim que supostamente Paiani se apresentou para Porto e ainda revelou que estava em uma missão a pedido da governadora Yeda Crusius. Se a coisa é dessa forma então estamos perdidos. Se um membro do Ministério Publico confessa que enviou o material para um representante do governo a pedido da governadora é sinal de que em nenhuma hipótese podemos confiar no tal segredo de justiça dentro do MP. A minha tese com esse fato escabroso e outros tantos já relatados é que o MP se contamina, a cada dia, pela políticagem, que se envolve em temas de fundo ideológico e partidário. Caso Paiani diga a verdade, por que não entregou as provas no Ministério Público ao invés de ir para a OAB ? Porque um membro do MP com tantos anos de experiência entregaria uma prova sob sua responsabilidade ? Vergonhaaaaaa, pede pra sair.