12 de dez de 2008

Simon's Cats / Eles são assim mesmo


Fonte: http://satiro-hupper.blogspot.com/

Seca já atinge o RS e prefeitos estão preocupados com o futuro

Preocupados com a estiagem que já atinge a Região Norte do Estado, deputados, prefeitos e lideranças se reunem nesta terça-feira (16/12) em audiência com o Delegado Federal do Desenvolvimento Agrário no RS, Nilton Pinho de Bem. Na pauta, esta a proposta de ações que visem amenizar os efeitos climáticos que a seca já produz no RS, trazendo prejuízos aos municípios e aos pequenos agricultores.O governo Yeda, na campanha, prometeu acabar com o problema da seca no Rio Grande do Sul e criou até uma secretaria para tal feito. No ano passado o governo do Estado além de demorar muito na homologação dos decretos também prejudicou os municípios afetados. Sem a publicação no Diário Oficial e o envio dos documentos para a Secretaria Nacional de Defesa Civil, subordinado ao Ministério da Integração Nacional, não há como a prefeitura pleitear recursos no governo Federal . O verão nem chegou e a seca promete fazer grandes estragos no RS.

Alerta contra golpe baixo, avisa a oposição

Os deputados que se opoem ao projeto de prorrogação pedágios na Assembléila alertam que a iniciativa do governo do Estado de prorrogar os contratos de pedágios por mais 15 anos pode sim ser votado na terça-feira (16) e que o anuncio da retirada do projeto poder ser uma tática para desmobilizar a sociedade gaúcha para o dia da votação. Os parlamentares avisam que a sociedade deve ficar alerta para um possível golpe baixo do governo. A frente contra os pedágios estará atenta e vai trabalhar para evitar que o parlamento seja constrangido a apreciar uma matéria repleta de irregularidades

Os deputados do PT, PC do B, PDT e PP solicitaram, formalmente, ao presidente da Assembléia Legislativa, Alceu Moreira (PMDB), a devolução do projeto ao governo do Estado. O pedido é ancorado no Regimento Interno da Casa, que estabelece que, em caso de inconstitucionalidade ou manifesta ilegalidade, o presidente tem o poder de devolver a proposta ao seu autor. A negativa do presidente não abalou a oposição, que promete analisar outras alternativas para evitar a tramitação da proposta. O PT não descarta a possibilidade de ingressar com uma ação judicial.

Fórum Social Mundial será no Pará

O Governo do Pará se prepara para receber o Fórum Social Mundial ( aquele que era em Porto Alegre) Em entrevista exclusiva à Carta Maior, o chefe da Casa Civil do governo paraense, Cláudio Puty, fala da importância do Fórum Social Mundial, da relação com os movimentos sociais e dos principais desafios colocados para a administração estadual, além de rebater as críticas à organização do evento. Clique Aqui para ler a entrevista na íntegra