29 de jul de 2010

Quanto custará as tornozeleiras eletrônicas ?


O governo do Estado anunciou que vai testar em 200 presos do regime semiaberto o uso de tornozeleiras eletrônicas para monitorar on line os apenados. Não sou contra, mas na condição de cidadão gaúcho eu gostaria de saber quanto custará o serviço de aluguel desse equipamento ? Pelo que sei, as ditas tornozeleiras não são de tecnologia desenvolvidas pelo Estado, mas de uma empresa privada que cobra preços altos por esse serviço (3000 ? 4000 ? 5000 por tornozeleira ?).

Segundo informações, os gastos em aquisições de equipamentos, alugueis e ou obras através do sistema de compras emergências do governo do Estado para o sistema prisional é de um valor muito alto, em especial com equipamentos não permanentes (albergues provisórios de lata).

Durante três anos o governo Yeda pouco ou quase nada fez pelo sistema prisional, colocando uma pá de cal no desserviço começado pelo governo Rigotto. A omissão e o caos no sistema prisional gaúcho transformou a maioria dessas Casas em masmorras, que de nada contribui para a recuperação de um apenado, apenas agrava. Agora, surgem soluções emergências, que possuem um custo altíssimo e, na minha opinião, servem apenas de propaganda eleitoral para um governo que nada fez para recuperar ou ampliar o sistema prisional gaúcho. Até 2002, apesar dos problemas, nosso sistema prisional ainda era referência nacional para outros estados.