8 de jan de 2010

Vamos fazer uma PONTE com o déficit zero


Engraçado é que nossa PIG guasca não fez nenhuma relação entre o desabamento da ponte sobre o Rio Jacui rodovia RSC-287,causando a morte de várias pessoas, e o torniquete na liberação de recursos para a manutenção das estradas e obras de arte promovido pelo déficit zero de Yeda e de seus aliados. Se nossas estradas estavam em péssimo estado de conservação, imaginem o que está escondido sob a água. A PIG tratou Yeda como a grande lider a frente de um helicóptero militar e tratou de desqualificar a fala do ministro da Integração Nacional, que afirmou que a verba que o Rio Grande do Sul pediu já estava disponível desde o ano passado quando ocorreu os vendavais e que poucos municípios acessaram o recurso.

Sobre a queda da ponte, de responsabilidade do governo do Estado, não vi nenhum âncora fazendo o questionamento ao Estado sobre a manutenção da mesma, se foi feito, quando foi feito e se não a fizeram por qual motivo não foi executado. Li uma matéria afirmando que o DAER vai apresentar os laudos das vistorias, mas quando ninguém perguntou.

Que o déficit Zero de Yeda e de seus aliados provocou um apagão na manutenção das estradas gaúchas e das suas obras de arte (pontes) todo mundo sabia, haja vista a quantidade de buracos nas estradas. Ontem (7), no programa Gaúcha Atualidade, o jornalista André Machado leu a manifestação do Conselho Regional de Engenharia Arquitetura - CREA, que de forma polida, questionou o governo pela falta de inspeção nas pontes e que se dispunha, por meio de convênio, a ajudar nas inspeções das pontes estaduais. Yeda, com a maior cara-de-pau, agradeceu a oferta e disse que "agora" vai fazer o convênio. É muito fácil da parte desse governo economizar dinheiro negligenciando na manutencão do patrimônio publico, no caso específico das nossas estradas e pontes, e quando elas caem, fazer pose para fotos como a grande líder e afirmar que vai ajudar os atingidos pelas cheias dos rios e as vítimas da tragédia. Tem um velho ditado que diz que cada povo tem o governo que merece