15 de dez de 2009

Um marco para as comunicações no Brasil

Os debates temáticos da 1ª Conferência Nacional de Comunicação fizeram pegar fogo o Centro de Convenções Ulysses Guimarães em Brasília. Os grupos foram divididos por eixos: Produção de conteúdo, Meios de Distribuição e Cidadania:direitos e deveres. Articulações de grandes grupos econômicos, dos movimentos sociais, de governos e da sociedade civil estão transformando a Conferência num marco para ficar na história da comunicação no Brasil. Após aprovar e sintetizar todas as propostas aprovadas, o documento será ratificado num grande debate que começará amanhã, de onde sairá um documento balizador para os grandes temas da comunicação no Brasil. Recomendo que todos os que amam a comunicação e que desejam a democratização desses meios no país que fiquem atentos ao documento final a ser produzido na quinta-feira. Todos os brasileiros sairão vitoriosos com esse debate. Tenho a convicção de que estamos fazendo história para futuras gerações.

Acompanhe ao vivo pelo site: http://www.comfecom.com.br/

Aracruz sai com rabo no meio das pernas do RS

Com um cheque de R$ 1 bilhão de reais, a Aracruz foi embora do RS com o rabo no meio das pernas. Vendida ao grupo chileno CMPC, a tal empresa que iria revolucionar a região sul e duplicar a planta de celulose de Guaíba juntou seus mijados e saiu à Francesa. A nota está publicada em Zé h de hoje (15) escondida na página 24 ente dois imensos anúncios publicitários. Vamos ver qual será a repercussão da mídia guasca e de seus âncoras e colunistas. Segundo a nota, o presidente do grupo que controla a Aracruz virá ao RS se despedir dos gaúchos e da governadora (ahahhahahahha). Espero que ele passe em Guaíba em carro aberto (ahahahahahhaa).