16 de fev de 2009

O custo da campanha, por Eugênio

Yeda Reforça a Base e PSDB Nacional acende luz amarela no RS

O PSDB gaúcho joga todas as suas cartas neste ano de 2009. O reforço parlamentar do partido de Yeda na Assembléia Legislativa indica que outras importantes batalhas serão travadas no ambiente do Parlamento gaúcho. O estrago feito por Yeda na imagem do partido e na do RS aqui e lá fora fez que o PSDB Nacional acendesse a luz amarela nos pagos. A mudança na estratégia leva em conta a corrida presidencial em 2010 e o tempo que o PSDB tem, junto com a grande mídia, de "bombar" a imagem de Serra e o modelo do PSDB para o mundo, para a galáxia. O grande tesão da secretária de Educação Mariza Abreu, por exemplo, seria implantar, de forma geral, ainda em 2009, os chamados "contratos de gestão" , tais como no governo Britto fez para privatizar empresas estatais. Os contratos são instrumentos de planejamento largamente utililizados na Europa e por grandes estatais brasileiras tais como a Petrobras. Aqui no RS, a Corsan, a CEEE, a Procergs e a Sulgás utilizam esse modelo há anos para garantir a qualidade e produtividade. Yeda e Mariza farão "laranjas de amostra" sobre o tema, para não precisar discutir com os educadores a necessária contrapartida do Estado em infraestrutura e salários dignos. Como o tempo urge, e o tempo político de Yeda se esgota, Zé H precisa de resultados rápidos para dar capas "bombantes" para José Serra e ao modelo de gestão PSDB.