24 de ago de 2009

Vigília em memória a Elton Brum da Silva

A Coordenação de Movimentos Sociais (CMS) anunciou hoje que realizará na próxima quinta-feira (27) uma vigília em memória ao sétimo dia do assassinato do agricultor sem terra Elton Brum da Silva. A concentração será em frente a Assembleia Legislativa a partir das 17h.

Lançamento do 15º Grito dos Excluídos


Com o objetivo de denunciar todas as formas de injustiças e de corrupção presentes na nossa sociedade ocorre amanhã (25) o lançamento do 15º Grito dos Excluídos. O ato de lançamento será na sala do Fórum Democrático da Assembléia Legislativa do RS, às 18:30h, após o painel constituído por Dom Alessandro Ruffinoni, Bispo responsável pelo Setor das Pastorais Sociais do Regional Sul 3 da CNBB; por Milton Viário, Presidente da Federação dos Metalúrgico do RS e Celso Woyciechowski, Presidente da CUT-RS. O Grito dos/as excluídos/as acontecerá, em Porto Alegre, no dia 04 de setembro. Como o lançamento será o primeiro ato público que reunirá representantes dos movimentos sociais após o assassinato do agricultor Elton Brum da Silva, em São Gabriel, o tema da criminalização dos movimentos será um dos pontos alto dos lançamento.

Perfil atrasado e conservador

Posso estar enganado, mas seguidamente ouço reclames do aumento do ingresso de servidores públicos com o perfil ultraconservador e de centro-direita nas carreiras públicas de Estado. Não que isso seja novidade, no entanto, quando esse servidor público tem o poder de decidir sobre a vida, o futuro de uma pessoal ou de um grupo e toma uma decisão baseada nessa bagagem cultural, carregando preconceitos de uma elite atrasada, me faz pensar se dentro dos milhares de cargos abertos — que jaziam extintos na era FHC — pelo governo Lula, isso seria regra ou exceção. Sei que no caso da magistratura ou do MP a "origem" sempre teve peso. A fulana é filha de desembargador, o fulano é filho de juiz, o beltrano é neto do fomoso advogado, etc. Digo isso porque não me conformo com a relação que a promotora Lisiane Villagrande nutriu ao longo dos anos com os latifundiários da região de São Gabriel. As declarações sobre o “ profissionalismo” da Brigada Militar que determinou o assassinato de Elton Brum da Silva, 44 anos, me causa repulsa. Espero que além da investigação da morte de Elton, também a ação da promotora seja investigada, para o bem do MP Estadual.