30 de mai de 2010

Golfo do México: desastre incalculável


Que os norte-americanos são os maiores consumidores de energia e um dos maiores poluidores do planeta, todos nós já sabemos. No entanto, o pronunciamento do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmando que o vazamento de petróleo no Golfo do México não consegue ser detido há 40 dias, prenuncia um grande desastre ambiental no planeta.

Documentos internos da British Petroleum (BP), responsável pelo poço, afirmam que a tubulação já apresentava sérios problemas estruturais, assim como na válvula que impediria o fechamento do fluxo em caso de acidente. Como estamos falando de uma das maiores empresas exploradoras de petróleo do mundo, o PIG pouco fala do desastre que afetará a maior parte do golfo do méxico, trazendo prejuízos incalculáveis para o habitat marinho e para milhões de pessoas que vivem nas zonas costeiras do Estados Unidos: Alabama, Mississippi, Louisiana e Florida.

Espero que haja uma grande mobilização internacional para que, pelo menos, se investigue e se puna os responsáveis por essa verdadeira onda de devastação que aos poucos se aproxima do continente, destruindo a natureza, que levará décadas para se refazer novamente.