27 de jan de 2010

Dialógico denuncia: SMS POA usa recursos Públicos para divulgar imagem de Eliseu Santos

O Dialógico denuncia :
Recebi, hoje [26/01/10], marcapáginas da Secretaria Municipal da Saúde tem até dados que podem ser úteis para se monitorar levemente a saúde, mas o que chama mesmo a atenção é o espaço destinado a divulgar o nome e foto do nobre secretário, Dr. Eliseu Santos.

Que me consta isto é vedado ao prefeito, mas um secretário pode?

A Constituição diz o seguinte"Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte(...)§ 1º - A publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos."Portanto, não pode. Alguém precisa entrar contra essa barbaridade no Ministério Público.

Nota : Se isso é impessoalidade então eu não sei o que é campanha com dinheiro público.

Parabéns ao Leonardo Monteiro Silveira

No ano de 2001 a Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, assim com outras tantas espalhadas pelo Brasil, vivenciavam um de seus piores momentos. Docentes em greve, equipamentos sucateados, prédios caindo aos pedaços, pesquisadores literalmente fugindo para o exterior, além, é claro, das pouquíssimas vagas na universidade. O que restava dessas vagas serviam apenas para atender jovens de famílias abonadas, que garantiam essas vagas aos seus filhos, lhes ofertando as melhores escolas e pagando os melhores cursos preparatórios, tanto para o vestibular quanto para o reforço em matemática, português, química, física e línguas. Aliás, uma das chagas da ditadura, associado ao neoliberalismo de FHC, foi a de destruírem o ensino público, antes referência em educação no Brasil, superior a qualquer escola privada atual.

A luz e a esperança voltaram em 2002 com a vitória do torneiro mecânico Lula. Passados sete anos de seu governo, já foram criadas milhares de vagas para o ensino superior e 12 Universidades Federais, além de centenas escolas técnicas.

Falo isso para dar meus parabéns ao jovem Leonardo Monteiro Silveira, e para sua família, que receberam o jovem com alegria, ovos e farinha (ahahaha), para comemorar a grande notícia de que o nome dele foi aprovado no vestibular da Federal do RS no curso de sociologia política. Leonardo, assim como outros tantos, são estudantes de Escola Pública. O Leonardo, por exemplo, é do Infante Dom Henrique, como eu conhecia no meu tempo de Protasio Alves (ambas de Porto Alegre).
Posso assegurar que tanto a chance do jovem Leonardo, quanto a de outros milhares de estudantes brasileiros de escolas públicas, seriam mínimas caso a política neoliberal de desmonte da universidade pública de FHC tivesse recebido a continuidade com José Serra e depois com Geraldo Alkmin, ambos afilhados políticos do professor FHC. Falando nisso, quantas universidades FHC (PSDB) criou mesmo em oito anos de governo ? A DILMA PRECISA FAZER ESSA PERGUNTA AO SERRA.

PIG guasca entrevista João Pedro Stédile

Zé H de hoje (27) , divide sua capa entre a visita de Lula ao Fórum Social Mundial no Estado e João Pedro Stédile, um dos principais líderes do MST . O primeiro, segundo Zé H, "veio dar explicações ao FSM sobre seu governo, com a linha editorial sempre dando uma forma pejorativa. O segundo, e o que realmente interessa para a PIG, com o título bizarro "A ocupação de terras não interessa mais".

A entrevista é uma pérola do antijornalismo. Veja alguns questionamentos de Zé H

ZH – Como fazer alianças se o movimento enfrenta uma onda de antipatia na opinião pública?
QUEM É A OPINIÃO PUBLICA CARA PALIDA ??

ZH – No ano passado houve o episódio da invasão do prédio do Incra. Na ocasião, a Polícia Federal apurou o desaparecimento de vários equipamentos, como notebooks. Também houve depredação do prédio. O que aconteceu?

A REPRESSÃO AOS MOVIMENTOS SOCIAIS, CULMINANDO COM O ASSASSINATO DO AGRICULTOR SEM-TERRA ELTON BRUM DA SILVA, NEM SEQUER FOI LEMBRADO.

ZH – Qual a importância da eleição presidencial na arquitetura de alianças que está sendo gestada pelo movimento?
AQUI COMEÇA O VERDADEIRO INTERESSE DA PIG. E JÁ ESTÃO QUERENDO SABER DEMAIS SOBRE TÁTICA E ESTRATÉGIA DO MST(AHAHAHHA)

ZH – Qual candidato o movimento apoia?
Stedile – Somos contra o Serra
(MESTRE) Queriam mesmo é arrancar uma declação de Stédile de apoio para Dilma, e é claro que se a resposta não fosse a que está acima, a manchete da capa ia ser outra "MST APOIA DILMA", para a abrir a campanha eleitoral pró-Serra.