24 de jan de 2009

Simon e o tucano amarelo de 2010


Depois da morte de quase 1000 bugios e o diagnóstico de três pessoas mortas com febre-amarela no RS, o secretário da saúde, Osmar Terra (PMDB) afirma que o pior já passou. A negligência na saúde, a falta do controle epidemiológico, e o déficit zero no RS do novo jeito de governar fez voltar ao Estado uma epidemia que não havia aqui desde a década de 1950. Enquanto isso, sobra dinheiro pra compra de jato e o senador Pedro Simon articula a reeleição de yeda com uma grande aliança com o PSDB de Serra. A grande mídia dispara seus laseres seletivos contra Dilma Roussef e Tarso Genro, principais candiatos de Lula à sucessão presidencial. Tarso é a vítima da vez, devido ao "rumoroso" caso Battisti. Tudo será maravilhoso no RS a partir de agora para Yeda na sua nova fase e majestosas e positivas manchetes do novo jeito de governar pipocarão em nossos jornais "amarelados" do RS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário