12 de jan de 2009

Israel usa bomba química: provável fósforo Branco


Médicos em Gaza disseram que dezenas de pessoas sofreram queimaduras coerente com a utilização do fósforo branco.
O fósforo branco é conhecido como novo “na-palm” – arma química largamente utilizada pelos norte-americanos na invasão ao Vietnã – é proibida pelas convenções internacionais. Em 2006, na invasão do Líbano por Israel, a zona de Baalbek, no vale do Bekaa, foi duramente bombardeada com armas químicas. Corpos, sem nenhuma ferida externa, totalmente contraídos e com a cor da pele esverdeada, foram encontrados e mostrava todas as características de um ataque com fósforo branco. Nada pôde ser comprovado e as informações sobre o que ocorria na região foram muito reduzidas já que nenhum jornalista conseguiu chegar até ela. O indício foi baseado em fotos e depoimentos de diretores de hospitais. No entanto, em Gaza, a desconfiança é que o Fósforo tenha sido usado novamente e ,o que é mais grave, em áreas densamente povoadas. Além de ser um crime de guerra, o bombardeio desse locais com qualquer tipo de armamento, viola a exigência do direito internacional humanitário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário