8 de abr de 2009

Os órfãos de Thums

O procurador Gilberto Thums, pediu pra sair, diz que se sente sozinho, isolado, lutando contra esses malvados guerrilheiros do MST (ahahahahahahahahhahha) e seus tentáculos pelo mundo. Como assim Sozinho ? O latifúndio, a grande mídia, a BM, colunistas de jornais, âncoras de TV, todos, praticamente todos esses que citei, ao longo dos anos, batem (alguns literalmente) dia e noite no MST em defesa do agronegócio e contra a reforma agrária. No ano passado, uma ação articulada por Thums como apoio do MP, junto com o coronel Mendes (R$ 22 mil no TJM) , pintou (bateu) e bordou (arrebentou) com os movimentos sociais. Uma dessas situações humilhantes foi em São Gabriel, quando Mendes impediu que o saudoso e corajoso deputado Adão Pretto, juntamente com o deputado Marcon entrassem na fazenda São Paulo II de propriedade do Incra. Só entraram com o despacho de um juiz Federal e o apoio da Policia Federal, protegendo o deputado Adão Pretto, armados até os dentes. Lá, de forma ilegal e com a conivência do MP, a BM humilhou centenas de trabalhadores, principalemente crianças, aos destruir seus barracos de lonas. Homens, mulheres e as crianças apavoradas ficaram ajoelhadas sob sol escaldante durante oito horas. Tudo isso porque uma tal de "comunidade ????" de São Gabriel (seria os latifundiários ?) estava sofrendo com assaltos na região (ahahahhahahahahha). Se Thums estava preocupado com as crianças, porque não denunciou a violação e violência da BM naquele episódio ? onde até a comida dos barracos que estavam nas panelas foram tapadas com pás terra para que nenhum sem terra pudesse comer e até a água foi jogada fora para que ninguém bebesse ao longo de oito horas de operação. Thums também não enxergou nada no ano passado aqui em Porto Alegre, bem pertinho da luxuosa sede do MP, quando o comando da BM tramou uma armadilha para estudantes,professores,sindicalistas, sem terra, sem teto e desempregados que marchavam ao Palácio Piratini, para protestar contra a corrupção do governo Yeda. Foram emboscados e espancados covardemente pela BM no parque da Harmonia, arrebentados a golpes de cassetete, tudo isso com o plácido apoio da grande mídia guapa e do MP. Todos os homens e mulheres valorosos que já conheci na minha vida, ou que pude acompanhar através dos livros de história, nunca abandonaram suas convicções, e aqueles que abandoram é porque não às tinha. Cito alguns que nunca desviaram de suas convicções: Martin Luther King , Mahatma Gandhi - e pra ficar aqui nos pampas falo de Adão Pretto . Foram homens que nunca abandonaram sua causa em razão de pressão porque estavam ao lado do povo em suas justas reivindicações. Mudaram para melhor a história de agruras e misérias de seus povos. Suas armas eram as palavras e a coragem. Daqui 100 anos, quando os livros contarem nossa história guapa, sei que homens como Adão Pretto estarão nela, e também sei que homens com Thums não receberão nem mesmo uma linha para contar a sua triste trajetória nesse mundo em evolução.

Nenhum comentário:

Postar um comentário