2 de jun de 2009

Comissão confirma superlotação e falta de estrutura da FASE

O presidente da Comissão de Cidadania e Direitos – CCDH da Assembleia legislativa do Rio Grande do Sul, deputado Dionilso Marcon (PT) este hoje (02) em visita surpresa à Fundação de Atendimento Sócio-Educativo - FASE, na unidade de Internação Provisória Carlos Santos Carlos Santos – Capital. O parlamentar foi acompanhado pelo promotor Luciano Muratt, responsável pela fiscalização das entidades sócio-educativas, pelo representante da OAB – RS, Dr. Roque Soares Reckziegel e pelo assessor da vara de infância e juventude Dr. Rodrigo Puggina, da Vara de Infância e Juventude. A comissão conferiu in loco a denúncia do Sindicato dos Empregados em Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas e de Fundações Estaduais do Rio Grande do Sul (Semapi/RS) sobre os graves problemas que atingem o Centro de Internação Provisória que hoje abriga 197 jovens numa estrutura que deveria receber apenas sessenta.


A maioria dos jovens dormem em pedaços de colchões, em celas apertadas, com poucos cobertores e a maioria com vidros quebrados e na umidade”, denuncia Marcon. A comissão confirmou a superlotação ,a falta de estrutura física do prédio do Centro de Internação Provisória Carlos Santos. A CCDH encaminhará pedido de informações ao governo do estado sobre as medidas tomadas pela Fundação para que os problemas emergenciais sejam sanados imediatamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário