10 de jul de 2009

Otaviano sai à francesa e o teste de DNA

O secretário da Transparência, Carlos Otaviano Brenner de Moraes nem se despediu de sua desgovernadora Yeda Crusius, saiu à francesa e com ele já são 22 saídos. A lista pode aumentar nos próximos dias e chegar ao número de 24 com a possível saída do secretário estadual da Irrigação, Rogério Porto e do secretário estadual de Habitação do desgoverno Yeda, Marco Alba. Aqui na Capital guapa foi a Policia Civil que indiciou o ex-coordenador da assessoria jurídica da SMS, Marco Antônio de Souza Bernardes, por concussão (extorsão praticada por funcionário público). Filiado ao PTB, Bernardes exigia propina em nome do secretário municipal da Saúde, Eliseu Santos. Se a turma que está no governo Yeda é a mesma que está no governo Fogaça então podemos afirmar que não precisa fazer teste de DNA pra saber como está o governo guapo da Capital mais politizada do país.

Abaixo a lista dos secretários saídos de Yeda

- Aod Cunha (Fazenda)
- Ariosto Culau (Planejamento e Gestão)
- Carlos Otaviano Brenner de Moraes (Meio Ambiente/Transparência)
- Cézar Busatto (Casa Civil)
- Coffy Rodrigues (Obras)
- Coronel Dalmo Itaboraí dos Santos (Casa Militar)
- Delson Martini (Secretaria-geral)
- Coronel Edson Alves (Casa Militar)
- Coronel Joel Prates Pedroso (Casa Militar)
- Enio Bacci (Segurança Pública)
- Fernando Záchia (Casa Civil/Desenvolvimento e Assuntos Internacionais)
- José Francisco Mallmann (Segurança Pública)
- Luis Augusto Lara (Turismo)
- Marcelo Cavalcante (Brasília)
- Maria Leonor Carpes (Administração)
- Mercedes Rodrigues (Secretaria-geral/Transparência)
- Nelson Proença (Desenvolvimento e Assuntos Internacionais)
- Paulo Azeredo (Obras)
- Paulo Fona (Comunicação e porta-voz)
- Paulo Maciel (Ciência e Tecnologia)
- Pedro Westphalen (Ciência e Tecnologia)
- Vera Callegaro (Meio Ambiente)

Nenhum comentário:

Postar um comentário