12 de ago de 2009

Ei, você aí, me dá um dinheiro aí?

Essa é de filha para mãe (ahaahaha). A nota de rodapé da ação de improbidade administrativa contra a governadora Yeda Crusius + oito, movida pelo Ministério Público Federal denominou de “inusitada” a operação de crédito feita pela assessora Walna Vilarins Meneses. A super-assessora emprestou à governadora R$ 90,5 mil. Esse caso é semelhante ao do senador do PSDB, Artur Virgilio, que se socorreu de um empréstimo de U$ 10 mil junto ao ex-diretor da Casa, Agaciel Maia, para cobrir despesas extras de viagem a Paris. Na volta, o ilustre senador se socorreu de uma "vaquinha" com amigos para quitar a dívida. O que dá para perceber é que o PSDB está cercado de bons a$$e$$ores, tanto lá quanto aqui.

Um comentário:

  1. Um peixão chamado Walna, mais uma pessoa " de bens " que está ajudando a resgatar a moral já meio cabisbaixa do Rio Grande guasca !!

    ResponderExcluir