25 de ago de 2009

O pagode da vergonha

Há pelos menos 4 meses uma das ruas centrais da cidade de Porto Alegre está bloqueada por uma barraca que teria inicialmente a função de atender a campanha de vacinação de idosos. Desse tempo para cá pelo menos dois terços do tempo a tal barraca permanece fechada. De vez enquando é aberta para atividade relâmpago. Quem conhece o local sabe que a barraca bloquea o fluxo de que chega de carro ou de taxi ao Parlamento Gaúcho ou de quem precisa fazer um retorno. Imaginem se fosse uma barraca do MST, provavelmente, a mídia guapa estamparia na capa que o trânsito foi bloqueado, caos no centro, atrapalhando o transito, o direito de ir e vir etc.. Hoje o pagode corria solto na frente do Palácio Piratini com uma duzia de pessoas em plena terça feira 10h50min. A pagodeira foi organizadao pelo governo Yeda num tal projeto contra à violência, por ironia, três dias depois do assassinato de um agricultor sem-terra pela BM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário