21 de ago de 2009

Sem Terra é assassinado em São Gabriel

O presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos- CCDH, da Assembleia Legislativa do RS, deputado Dionilso Marcon (PT), confirma o assassinato pela BM, de um agricultor Sem Terra no momento da desocupação da fazenda Southall, em São Gabriel, realizada hoje (21) pela Brigada Militar. O deputado está se dirigindo nesse momento para o local do conflito. Ontem, militantes da Via Campesina denúnciaram na CUT-RS que a polícia aplicou choques elétricos em militantes do MST em São Gabriel. O filho do deputado Federal Adão Pretto, Edegar Pretto,também está se deslocando para o local do conflito. Pelo visto Yeda criou dois fatos relevantes para desviar o foco da CPI e da corrupção de seu governo: o dos pedágios e agora o assassinato de um agricultor sem terra.

6 comentários:

  1. FORA YEDA ASSASSINA DE COLONOS! CANALHA! COVARDE!

    ResponderExcluir
  2. Pesquei teu comentário e postei nos GUERRILHEIROS VIRTU@IS.
    Um abraço
    SAROBA

    ResponderExcluir
  3. É um dia de luto para todo o RS. Minhas condolências aos familiares e amigos do agricultor assassinado, com uns versos de Violeta Parra (La Carta) : "habráse visto insolencia/ barbárie y alevosia/ de presentar el trabuco y matar a sangre fria/ a quien defensa no tiene/ con las dos manos vacias/ Si!!! Por suerte tengo guitarra/ para llorar mi dolor/ también tengo nueve hermanos fuera del que se engrilló/ todos revolucionarios/ con el favor de mi Dios/ Si!!!

    ResponderExcluir
  4. SÃO GABRIEL ESTÁ PAGANDO PELA ADMINISTRAÇÃO QUE TEM

    ResponderExcluir
  5. COLONO FUZILADO PELAS COSTAS,ESSA É A BRIGADA DE SÃO GABRIEL RS SEM PREPARO,QUEM PAGOU ESSE MASSACRE FOI O SOUTHAL,QUANTO A IEDA GANHOU,EO PREFEITO DE SÃO GABRIEL,FORMA UMA QUADRILHA COM RURALISTAS E MANDA BATER ATÉ EM CRIANÇAS

    ResponderExcluir