21 de ago de 2009

Silêncio na mídia, onde está a fita ?

Chega ser insurdecedor o silêncio da mídia nacional e blogs locais-oficiais sobre o assassinato do agricultor sem terra Elton Brum da Silva em São Gabriel. Medo ? não ! Como Elton pôde ter sido fuzilado pelas costas ? Quem Fez ? Como o MP não viu nada ? Filmaram ? Sim ! Onde está a fita ? Todas as ações da BM são registradas filmadas e fotografadas por P2s. O comando da BM pode responder e logo..

3 comentários:

  1. Parabéns pelo excelente blog, conheci ele hoje. Aproveito pata divulgar o meu.
    http://saberpoliticocultural.blogspot.com/

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Giovani Ávila Blumenau SC Eng.
    Repito meu comentário no RS urgente
    E muito chocante ver uma cena destas Marco, mas não tem outro jeito.
    http://rsurgente.opsblog.org/2009/08/21/fotos-mostram-que-elton-foi-morto-pelas-costas/#comments
    Nem no tempo das disputas da fronteira, não se matavam pelas costas um homem, aliás, aqui nesta terra enfrentavam-se homens frente a frente, cara a cara, tu sabia que poderia morrer, mas não temia a traição de um tiro ou golpe pelas costas. Não é folclore que na guerra dos farrapos um militar subjugou outro adversário e ao prendê-lo devolveu-lhe a arma: Disse-lhe que estava preso, mas não precisava estar desarmado.
    Na primeira guerra russos e alemães deram-se trégua e confraternizaram em suas trincheiras, trocaram presentes no natal. Nos 500 anos de nosso país, indios foram entrincheirados e alvejados na Bahia, policiais em São Paulo se degladiaram, na USP estudantes, professores e polícia se engalfinham, em Ouro Preto, a cidade é sitiada para evitar o contraditório e o sagrado direito de protestar e a mídia protege esse staff dos “Tucanos e Democratas”. Cada vez mais me convenço que com todos os defeitos que porventura tenha, Lula ficará pra história como um dos maiores conciliadores de nossa história recente. A despeito de seus percauços sinto orgulho de ser um cidadão de um país que tem Lula como presidente, tenho nível universitário, mas sinto-me muito seguro que entreguei meu voto a pessoa certa, um operário e farei a coisa certa de novo em 2010. Nas favelas do Rio, a pólvora começa a ceder à firmeza do aperto de mão e do estado cidadão. Para aquela atriz platinada, que diz que sentia medo em 1985 e 2002, ou a colunista social que está temerosa, e tantas outras Reginas e Danusas, sugiro que leiam este comentário e descubram o que é medo de verdade.
    No fundo é simples entender, Yeda alvejou à todos os gaúchos pelas costas, a RBS (Globo) à municiou , e a brigada (PM) foi apenas o instrumento.
    Que deus tenha pena de nós, que esse homem descanse em paz…

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente, estava demorando para acontecer uma tragédia. É a estratégia de um certo CORONEL, indicado pelo submundo Canoense, dando seus frutos.

    ResponderExcluir