22 de dez de 2009

Base aliada de Yeda recua

Com a chegada do período pré-eleitoral, os deputados da base aliada de Yeda (PMDB,PP,PPS,PTB,PSDB) tiveram um ataque de sensibilidade (ahahahha) e recuaram ao retirar o caráter de urgência da votação do projeto do magistério e dos brigadianos. Na realidade sentiram que acorda estava apertando o pescoço e resolveram desapertar o nó antes que o cadafalso se abrisse (ahahahahahahha). Se fosse início do governo já estariam comemorando a aprovação e mandando professores e brigadianos às favas em nome da governabilidade (ahahahha). O certo é que com a chegada de 2010, o café de Yeda ficará mais frio a partir de fevereiro e o salve-se quem puder da base aliada vai enterrar de vez o projeto original do PSDB. Ter que dar explicação em campanha não é uma boa plataforma para nenhum candidato.

2 comentários:

  1. O governo Yeda termina junto com o ano de 2009. Depois, só cafezinho frio, mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Para ser professor de escola pública em SP, é necessário uma indicação. Pode ser de um deputado ou de uma figuraça da imprensa ou de outro poder. Tem que ser poderoso. Tem que ser um PISTOLÃO de responsa…Uma vez indicado ele só sai da escola aposentado. Nunca será cobrado ou avaliado. Nem punido de acordo com seu crime ou erro. Nunca !!!!
    Não precisa ter vocação ou competência. Será elevado a categoria de Santo e Abnegado e aluno que ousar revidar a uma agressão de um professor desse, está desgraçado para todo o sempre.
    Dos 88 mil professores temporários que farão prova, nenhum será demitido. Os que estavam trabalhando há tres anos na escola e que não for aprovado, será professor MEDIADOR. Os outros ficarão encostados na escola mesmo.
    A função do Mediador é visitar as famílias. Se dentro da escola o professor não tem fiscalização, imagina num suposto trabalho “fora”
    Quer dizer que o pai que reclama da escola, ou da professora, vai ter a infelicidade de receber na sua porta a colega e “advogada” da professora da qual ele reclamou.
    Uma visita indesejada…
    Sabe lá qual autoridade estará revestida essa professora que visitará a familia com a função de nome bonito VAI MEDIAR CONFLITO…
    Nâo serve para dar aula, e eles põem para infernizar a familia do aluno que ousar denunciar.
    Muito bonito senhor JOSÉ SERRÁ.
    Esperamos que o ano que vem o povo DÊ o troco e acabe com essa FARRA estabelecida na Secretaria de Educação e que a cada dia apresenta uma traição e uma covardia contra os pais e alunos.
    http://cremilda.blig.ig.com.br

    ResponderExcluir