3 de mar de 2010

Eliseu Santos afirmou na PF que teria matado

Eliseu Santos afirmou em depoimento à Policia Federal, um dia antes de morrer, que já teria matado um homem e que precisava renovar o porte de arma. O sinistro nisso tudo é que ninguém sabia desse fato, nem a Policia Civil, e não há registro do acontecido. A Policia Federal não deu detalhes e nem afirmou se a morte dessa pessoa tem relação com o assassinato ou com o desvio de R$ 9 milhões de reais da prefeitura de Porto Alegre. O delegado da Policia Civil, Ranolfo Vieira Junior, que investiga o caso, disse que nada consta nos resgistros policiais sobre o episódio.
Se Eliseu Santos afirmou em depoimento na PF que já teria matado um homem (quem seria ?), e a Federal investiga seu envolvimento no desvio de recursos públicos da Prefeitura de Porto Alegre, então, estamos diante de um caso muito cabeludo. A Famiglia deve estar apreensiva !

3 comentários:

  1. Não foi aquela pessoa que ele matou numa briga em um acidente de trânsito?
    Vinícius.

    ResponderExcluir
  2. Interessante como agora a própria cúpula da Policia Civil do Estado, pelo Diretor do DEIC, se apressa em trazer à baila fatos "negativos" da vida pregressa da vítima. Seria para reforçar a tese "pré-formatada" de crime de vingança? A Polícia Civil do RS vive uma fase pior do que na época do José Otávio Germano. Lá, eram só falcatruas financeiras. Agora ...

    ResponderExcluir
  3. O pior de tudo e que estão escondendo a verdade sobre o porte de arma do dr. segundo a policia federal ele tinha porte de um 38 e uma carabina quando morreu atirou com uma ponto 40 serve ate como defesa para os reus pois a arma era ilegal .foi apresentado o documento no RBS NOTICIAS PELO REPORTER RODRIGO LOPES inclusive os dados em relevo ou com lupa para aumentar os numeros e tipos de armas que ele tunha porte porque a policia civil esta de boca calada sobre isto.

    ResponderExcluir