6 de abr de 2010

Yeda aponta latrocínio

Ao se manifestar sobre a crise entre o Ministério Público e a Polícia Civil no caso do assassinato de Eliseu Santos a governadora Yeda Crusius comprou a tese do latrocínio antes mesmo de que o caso fique totalmente apurado. Ela reiterou seu total apoio às investigações da Polícia Civil. Segundo o que o ex-deputado Marcos Rolim publicou no seu twitter, essa relação de Yeda com a Policia Civil sempre foi mal explicada ou simplesmente não explicada pelo uso do sistema Guardião e do aparato de segurança do Estado para espionar adversários políticos do governo (denúncia que envolveu diretamente o chefe de gabinete da governadora, Ricardo Lied.

2 comentários:

  1. Gostei deste post no RS Urgente e o estou reproduzindo:
    Porto Alegre teve 12.716 carros furtados em 2008, ou seja, 1.063 carros roubados por mês. Em todo mês de fevereiro de 2010, a rua Hoffman, onde foi morto o Dr. Eliseu, não teve nenhum carro roubado, e a rua General Neto que faz esquina com a rua Hoffman, teve apenas dois furtos de veículos, também em fevereiro.
    E uma das desculpas para apontar o caso como de furto de veículos é que esta é uma área de grande atuação das quadrilhas de furtos de automóveis.

    ResponderExcluir
  2. esperar o quê dessa ilustre (entre aspas) ser humano (também entre aspas).

    ResponderExcluir