23 de jun de 2010

Dilma na frente

Clarissa Pont

clarissapont@sul21.com.br

Segundo pesquisa Ibope para Presidência da República divulgada na tarde desta quarta-feira (23), Dilma Rousseff (PT) aparece na frente de José Serra (PSDB) com vantagem de cinco pontos percentuais. Encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o levantamento é o primeiro do instituto a apontar a candidata petista em primeiro lugar na pesquisa estimulada. Dilma teria 40% contra 35% de Serra.

Foram entrevistados 2.002 eleitores de 18 a 21 de junho. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Por ser uma diferença superior à margem de erro, os resultados podem indicar um desempate na disputa. Segundo o cientista político Tarson Núñez, Serra mantém a trajetória de perda de intenção de votos, enquanto Dilma permanece em processo ascendente.

“A pesquisa de hoje consolida a posição da candidata Dilma Rousseff na frente. Em comparação com dados anteriores, há uma clara tendência de crescimento de Dilma e lenta diminuição de Serra, porque são três pontos a menos de março para cá. A virada desta pesquisa, inclusive, já existia, porque na espontânea a candidata do PT já possuía vantagem”, explica Núñez.

Para ele, o resultado faz cair por terra a teoria de que o crescimento de Dilma estaria ligado a superexposição e que, assim que Serra começasse a aparecer em programas de TV, o avanço da candidata petista estancaria.

Em pesquisa Ibope CNI de 17 de março último, Serra aparecia com 38%, Dilma somava 33% e Marina, 8%. Em 5 de junho, data do último levantamento realizado pelo instituto, Serra já tinha um ponto a menos, Dilma somava 37% e Marina 9%. Segundo Núñez, quanto mais próxima a eleição, mais precisos são os resultados de uma pesquisa. “A partir de agora, temos chance de ter acesso a opiniões mais consistentes, são votos consolidados e não abstratos”.

A indicação de voto que aparece através de pesquisas espontâneas é outro indicativo deste voto consolidado, segundo o cientista político. “Na espontânea, Dilma possui 22%, Serra soma 16% e Lula, 9%. Ou seja, quase um terço da população apóia um candidato do PT, este é outro dado importante. De qualquer forma, 40% dos eleitores ainda estão indecisos, de acordo com as últimas pesquisas espontâneas”.

Cenários para o 2º turno

Dilma Rousseff venceria um eventual segundo turno contra o tucano José Serra. Segundo o levantamento, Dilma tem 45% das intenções de voto, contra 38% do ex-governador paulista. Na pesquisa feita em março, o cenário era inverso. Serra venceria, com 44% da preferência, ante 39% de Dilma.

Em outro cenário no segundo turno, entre Dilma e a candidata do PV, Marina Silva, Dilma também venceria, com 53%, contra 19% das intenções de voto de Marina. Em uma eventual disputa entre Serra e Marina, o tucano venceria, com 49% da preferência, contra 22% de Marina.

Serra cala sobre resultado

O candidato tucano se recusou a comentar a pesquisa CNI/Ibope. Antes de ser informado sobre o resultado, um repórter questionou o que o tucano achou da última Datafolha, que apontou crescimento de Dilma. Serra respondeu: "Pesquisa vai, pesquisa vem. A campanha começa mesmo depois da Copa do Mundo, quando começam os debates políticos e o horário eleitoral na TV".

Nenhum comentário:

Postar um comentário