8 de out de 2010

A Opus Dei e o grande satã : Plano Nacional de Direitos Humanos

Antes das eleições do primeiro turno fui visitar um amigo.. Observei seu discurso, que  ano após ano, fica cada vez mais conservador (ele não era santo, aliás éra um dos mais danados quando mais jovem ahahha). Mas o que  me chamou a atenção foi o cunho ultrareligioso e conservador dos seus argumentos políticos. Papo vai, papo vem, e o cara batia sempre na mesma tecla: Plano Nacional de Direitos Humanos - PNDH -3.

Quem é descolado na política nota de cara que aquele discurso cristão conservador não é a de um cidadão de classe média, mas de alguém que foi lavado durante horas e horas de pregação, haja vista,que esse amigo frequenta um seguimento da igreja católica bemmm de direita, pelo que pude notar. De cara esse meu amigo apontou o  PNDH como o grande satã, disse que  o documento defende o casamento gay, o aborto e outros temas que são discutidos pela sociedade. No inicio eu achei o papo meio fora de contexto dos dias atuais, mas mesmo assim fiz a defesa daquilo que acredito e fui embora. EU IA PERGUNTAR PARA ELE O QUE FARIA CASO A SUA FILHA (UMA JOVEM ADVOGADA), FOSSE ESTUPRADA E FICASSE GRÁVIDA. ELE IMPEDIRIA O ABORTO ? RESOLVI NÃO PERDER O AMIGO.

Só que no finalzinho do primeiro turno assisti o Lula na propaganda falando sobre possíveis ataques contra a figura de Dilma e tocou no tema religião (não tinha entendido a fala de liberdade religiosa). Logo depois vieram os ataques sobre a questão do aborto e aí caiu a ficha: ESSA ELEIÇÃO DO SEGUNDO TURNO TEM CARA DE OPUS DEI e o PNDH - 3 SERÁ O FOCO.

Um comentário:

  1. Quanto mais acerta o PT em suas políticas sociais, mais inimigos encontra na imprensa neoliberal. Fica cada vez mais difícil ler revistas como a Veja e a Isto É, jornais como a Folha, O Globo e Estadão, e assistir o jornalismo na televisão das redes nacionais, tal a falsa realidade que tentam impingir ao brasileiro médio. Este jornalismo está se posicionando cada vez mais a direita no espectro político, e não se dão conta que estão na contra mão da história. Enquanto o governo petista governa para todos, a imprensa se dedica a uma população obscurantista, que quer se manter mal informada dos avanços que nosso país conseguiu nestes 8 últimos anos. Lula reverteu 502 anos de colonialismo em 8 anos.

    ResponderExcluir