18 de nov de 2010

O hedonismo da juventude

O hedonismo designa uma atitude de vida voltada para a busca egoísta de prazeres materiais. Esse sentido é utilizado de maneira pejorativa, visto normalmente como sinal de decadência de um povo. Pois bem ! eu quero estar errado,mas a visão que eu tenho da filosofia de vida da maioria dos nosso jovens, em especial aos filhos da classe média,  é a do prazer pessoal puro e simples, sem limites. 

Não quero generalizar, mas para mim, são jovens com o mínimo de preocupação social, desrespeito aos mais velhos, aos portadores de deficiência, alienados politicamente,  preocupados  apenas com a último lançamento de celular do que com a qualidade da educação oferecida por sua escola. Entendo que muito dessa alienação vem do fato de que os pais estão omissos ao deixarem para as escolas a função primordial da família: educar, formar caráter, honra, honestidade, solidariedade, respeito etc.

Não é normal ver jovens espancando professores, ordas de adolescentes bêbados em postinhos ou boates em altas horas da madrugada, sob o olhar complacente do pais. Na minha opinião, é dever da família (pai,mãe, avós, irmãos mais velhos, padrinhos e tios) ajudar esses jovens a buscar outro caminho antes que uma geração  inteira de se torne refém  de espelhos, tendo a vaidade com a principal virtude.

5 comentários:

  1. Bravo Kiko! É bem isso. Os pais se omitem e deixam que a escola o computador, as telinhas (plim...plim), os centros de compras (se preferirem, SHOPPING CENTERS, e é o ter, se sobrepondo ao SER), eduquem (?) os seus rebentos.. E daí presenciamos uma juventude vazia, completamente oca e alienada!
    Maria Ivony

    ResponderExcluir
  2. Tá ficando velhinho !!
    Para evitar isso que ocorre, precisa pegar os jovens mais cedo.
    Coisas como escotismo, sem o ranço autoritário direitista de muitos dos seus militantes, onde se pratica muito o aprender fazendo, a atividade coletiva ao ar livre, o equilíbrio entre ensino, esporte e diversão, é o melhor que posso apontar.
    Depois dos 14, 15 anos, se a pessoa não carrega uma bagagem de coletividade, de respeito mútuo, se ela não conhece outra coisa que não o deslumbre fácil da noitada, ela é presa fácil dos resto das vaidades.
    Para acontecer isso daí não tem governo, é sociedade mesmo, é eu e tu tirando sábado de tarde e quarta de noite para conviver com a molecada.
    Ou seja: família importa até os 10. Entre 10 e 15 tem grupos expandidos como o esporte ou escoteiros ou amigos expandidos.
    Depois, está pronta a pessoa, só se pode coibir.

    ResponderExcluir
  3. Kiko!

    Faz tempo que os pais se omitem.
    Assisto negligência faz mais de 30anos.
    Professor(a) não é autoridade em sala de aula.
    Os(as)alunos(as) mandam nos(as) professores(as) com o aval dos "pais".
    Escuto muitos(as) "intelectuais" fazendo críticas aos políticos e dirigentes, questionando como dar "exemplo" para a juventude.Mais uma vez a família OMISSA , que não é exemplo para nada,colocando a responsabilidade para os outros.
    Criei um filho, participo da vida de uma neta de 9 anos... assisto a mesma história nas novas gerações.
    Considero-me uma "premiada"...neste contexto.
    Estou conseguindo me livrar da mesmice desta sociedade.
    Foi e é um trabalho permanente.
    Acredito que temos mais adultos hedonistas.
    Vem de longe!
    Chama atenção a OMISSÃO da figura PATERNA.
    Estou conseguindo cultivar bons valores, tenho certeza que fazemos a nossa parte, mas...não ficaremos FORA de toda a violência, seremos submetidos(as).
    A minha conclusão é : ninguém ficará fora!
    Mas...continuarei perseverando.Faço a minha parte.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com tudo e todos e acrescento: Exatamente estes jovens serão nossos prefeitos, deputados, senadores, governadores, Presidente da República, jornalistas, comentaristas, formadores de opinião...
    Se achamos que está ruim ( e está), com certeza vai piorar.
    Cada um fazer a sua parte(parafraseando a Suzie) é um começo.

    ResponderExcluir
  5. Reclamar da juventude é a primeira demonstração de velhice. Como vamos cobrar da juventude aquilo que os adultos fazem diariamente que é se embebedar nos bares, restaurantes e festas, agredir mulheres, idosos e crianças, lesar o fisco e outras roubalheiras. Na turma do Detran não tinha nenhum jovem, só adultos sacanas. Os padres pedófilos são todos senhores de boa idade.

    ResponderExcluir