15 de nov de 2010

Tramandaí: A Tombstone do Litoral norte

Além dos carros-boates que aportam na cidade de Tramandaí nos finais de semana, trazendo ordas de bêbados, que passam à noite com o som ligado no mais alto grau, superior até a de uma turbina de avião, agora, também, a cidade sofre com uma espécie de arrastão para furtar radios de automóveis, pertences e os veículos, seja onde estiver. Pude presenciar neste final de semana uma senhora desesperada porque roubaram seu automóvel de dentro do estacionamento de um hipermercado da cidade.

Conforme me informa um morador antigo da cidade, somente na rua perto de uma pizzaria tradicional de Tramandaí, a Tio Bidi,  foram arrombados 10 veículos em questão de 1 hora.  Deixar o carro na beira da praia ou em ruas próximas, pode ter certeza, é 100% de chance de que seu veículo será arrombado ou furtado.

Cabe ressaltar ainda que as forças "vivas" de Tramandaí se recusam a ter uma penitenciaria na cidade, obrigando a cidade de Osório a receber grande parte de seus presos, ocupando cerca de 60% das vagas com apenados da Capital das Praias.

Infelizmente o que impera na cidade e no Litoral Norte é a especulação imobiliária, o desprezo por uma política social séria, e a falta de rigor na segurança pública , em especial  com aqueles que chegam para fazer verdadeiros  bordeis a céu aberto e acham que aquilo é  terra de ninguém. Saneamento  Básico ? ahahahahah, tratamento de efluentes (ahahahahahahcofcofcofof). A Capital das Praias está, para quem viu o filme, uma verdadeira Tombstone, sem lei e sem ordem.

Um comentário:

  1. O que observaste em Tramandaí ocorre igualmente aqui em Xangri-Lá na baixa temporada. Segurança não há. O policiamento OSTENSIVO que se viu semana passada prendendo jovens atores na esquina democrática dizendo levá-los a uma Delegacia e que não foram apresentados à autoridade policial que é o Delegado de Polícia. Levaram pra um quartelzinho deles. Estão com as unhas enormes. Por certo naquela área da cidade não havia ninguém vendendo crack, não é mesmo?
    Já na sexta-feira prenderam outra senhora, escritora e atriz de teatro por estar fazendo uma performance na Feira do Livro. Nesses momentos existe polícia OSTENSIVA que para mim é tão somente polícia POLÍTICA.
    Aqui em Xangri-Lá durante o dia tem muita gente nas instalações deles lidando com papéis e à noite há tão somente três deles, um cuidando do rádio e telefone e outros dois num veículo que se limitam tão somente a comparecer em locais de fatos já consumados quando não mais lhes diz respeito segundo a Constituição Estadual. E ainda que haja efetivo muito reduzido aqui no litoral e muitos deles são desviados para servir ao desejo do MP de ser polícia judiciária. Eles à paisana brincam de polícia. Esta é a realidade de nosso litoral e de quase todo o estado. Faz poucos dias roubaram um banco em Paverama e lá havia somente um servidor dessa polícia OSTENSIVA. Com a nossa administração a partir de janeiro precisamos colocar essa gente nos trilhos. Lembro que nó no Piratini havia uma quadrilha deles de 16 roubando telhas dos miseráveis. Vamos mudar isto de qualquer forma.
    Assino coluna no www.litoralmania.com.br faz mais de três anos. Pois há dois nãos ficaram indignados quando comecei a comentar as notícias que plantavam no site, todas elas distorcidas quando não mentirosas. Eles conseguiram com o MP levar o editor do site até a Juíza da Comarca de Osório onde tentaram convencer o mesmo a me proibir de comentar as notícias que eles mandavam aos borbotões ao site. Não levaram e não vão levar. Tentaram me censurar sem um processo formal. Uma vergonha. Agora as notícias exageradas ou mentirosas sumiram, não são mais mandadas.

    ResponderExcluir