1 de jan de 2011

Tarso já é governador do RS

Militância em  festa na posse de Tarso 
O governador Tarso Genro e seu vice Beto Grill foram empossados hoje (01) pela manhã na Assembleia Legislativa do Estado em sessão solene no Parlamento Gaúcho. Após o juramento,  Tarso discursou, renovando o compromisso de seu governo com diálogo, com a ética e propôs um pacto entre os poderes no sentido de fazer avançar os projetos de interesse dos gaúchos. No discurso, o governador deu a entender que será implacável no combate à corrupção e que os atos do governo serão transparentes, facilitando a fiscalização de toda a sociedade. Tarso afirmou que tem o compromisso de: "colocar o nosso Estado num outro patamar econômico, cultural, de civilidade política; para que possamos construir um novo Rio Grande, para que possamos potencializar o nosso Estado, para que nosso Estado volte a ocupar o papel decisivo no conserto da federação, deste Rio Grande do Sul que é de todos nós, de todos os partidos,  de todos os setores, da sociedade, de todos os movimentos sociais, de todas as instituições de representação da sociedade civil, de todas as organizações empreendedoras. Isso significa exigir que o Rio Grande seja o Rio Grande do Sul do Brasil, do Mundo." Os ex-governadores Olívio Dutra e Alceu Collares presentes na sessão solene, foram muito aplaudidos pelo público presente. Tarso fez uma homenagem ao ex-governador Olívio Dutra, e citou-o como  referência a ser seguida na ética e na política.

Após o ato de posse na Assembleia, Tarso e Beto, acompanhados de parlamentares e de todo o seu secretariado, atravessaram a rua Duque de Caxias,  e foram até o Palácio Piratini para receber de Yeda  o cargo de governador do Estado do RS. Após o ato, Tarso Genro conduziu a ex-governadora para fora do Palácio (foto abaixo). Após receber o cargo, o governador deu posse para todo o seu secretariado e finalizou agradecendo o apoio do povo gaúcho. Antes de viajar a Brasilia para  prestigiar a posse de Dilma Rousseff, o governador foi até uma das sacadas do palácio, onde discursou para o público que acompanhava a cerimônia na Praça da Matriz.

Tarso conduz Yeda para fora do Piratini

2 comentários:

  1. Olá Kiko! Pois olha, faltou a gente fazer uma lavagem, uma faxina geral, antes que o Tarso colocasse o pé dentro do PPiratini. É imprescindível uma boa limpeza, para tirar as "nódoas", que a "tia" e sua camarilha, deixaram!
    Maria Ivony

    ResponderExcluir
  2. É a volta da vanguarda do atraso. A GM vai ser mandada simbora para o Nordeste.

    ResponderExcluir