12 de mar de 2011

A desordem financeira global e a ameaça da fome

Um elemento agravante começou a aparecer no horizonte no segundo semestre de 2010: a tendência de alta nos preços dos alimentos. Segundo a ONU, 75 milhões de pessoas se tornaram mal nutridas em função desse aumento de preços. Os preços da comida subiram até 10% no último ano no Reino Unido e na Europa. Ainda segundo as Nações Unidas, esses preços poderão subir 40% na próxima década. Nos últimos anos, diversos economistas e autoridades têm alertado que os mesmos bancos, fundos de investimento e especuladores que causaram a crise das hipotecas sub prime são os responsáveis pela inflação no preço dos alimentos. Leia mais na Carta Maior

Um comentário:

  1. Minha sogra costumava dizer que chegaria o dia em que, teria "muito rastro e pouco pasto"... Está chegando... É muita gente para tão pouca comida.
    Além do mais, as pessoas ñ querem ser alternativas, ñ abrem mão da carne e do churrasco todo o final de semana.. Quanto tempo e quanto se gasta, para criar um boi? Teremos que repensar nossos "usos e costumes"!
    Maria Hein

    ResponderExcluir