1 de ago de 2011

O tal caldeado grosso de corrupção do PIG e o terceiro turno dos tucanos

Para mim está  claro que a oposição (PIG + TUCANOS + DEMOS) prepara um duro golpe contra o governo Dilma. Uma das estratégias é atrasar ao máximo a execução dos projetos de infraestrutura no país, passando uma visão de incompetência do administrador. A outra manha é desconstruir lentamente o nome de Lula, como se ele deixasse uma herança maldita para uma presidente fraca, diante de tamanha corrupção. Aliás, o tema de corrução nunca esteve tão presente no dia a dia dos jornais. O PIG guasca, por exemplo, trás em sua edição matinal  (01) um caldeado grosso de corrupção que começa pelo exército e DNIT, Ministério da Agricultura, das Cidades e ANP. Aliás, a idéia me lembra a de um vírus que se alastra sem  controle, numa espécie de èbola da corrução que tomaa conta do Planalto Central, tendo como principal vetor o PT, é claro.

Coincidentemente, o tal caldeado de corrupção tem seu ápice no dia em que o Congresso Nacional abre seus trabalhos, ou seja, entregando a bola picando para os tucanos pedirem uma CPI da Corrupção, travando de vez o governo e as obras da Copa.

Se o governo não der um basta para o PIG, o monstro vai ficar cada vez maior. Aliás, o PIG tenta de qualquer jeito quebrar o governo tentando destruir a aliança entre PT e PMDB. Os casos Jobin, e o mais recente na agricultura, ambos do PMDB, para mim demostra que o terceiro turno das eleições de 2010 começou.

Enfraquecer Lula, destruir a imagem de Dilma, paralisar o governo, atrasar obras e destruir a aliança do PMDB e do PT no Congresso, esses são os objetivos.

Um comentário:

  1. Pelo que entendi lendo este blog não tem corrupção no Denit. Se não tem a Dilma é uma maria vai com as outras. Só porque a mídia denunciou sem nenhuma prova ela já vai fazendo "faxina'. Eu também estava pensando que os atrasos nas obras se divia a completa incompetência dos quadros do governo. Mas fiquei sabendo que o atraso se deve aos "sabotadores" da oposição.

    ResponderExcluir