9 de dez de 2008

O bem e o mal e a "festa" dos pedágios

O resultado do debate na TV COM, realizado ontem à noite (08), recebeu um recorde de ligações, a esmagadora maioria repudiando os atuais contratos de pedágios.Com mais de seis mil ligações, 73% responderam que a proposta é ilegal contra apenas 27% que opinaram pela legalidade dos contratos. Segundo o advogado Ricardo Giuliani, advogado das empresas das concessionárias de pedágio, o debate não é uma disputa entre o bem e o mal. Ponto
Realmente dr. Ricardo, este debate não é entre o bem e o mal. É o debate entre quem deseja prorrogar uma concessão de péssima qualidade, pelo triplo do preço, por mais 15 anos, sem nenhum compromisso e contrapartida com o desenvolvimento econômico da população gaúcha. Do outro lado estão os trabalhadores autônomos, os caminhoneiros e os comerciantes, que se obrigam a repassar o custo dessa "festa dos pedágios" para os produtos e ao final para mesa e para o bolso nosso de cada dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário