10 de mar de 2009

Camponesas denunciam justiça brasileira

No Estado do RS a jornada Nacional de Luta das Mulheres está demarcada por atividades realizadas no interior do Estado e na Capital gaúcha. Em Porto Alegre, cerca de 900 mulheres da Via Campesina, MTD e demais organizações urbanas, realizaram hoje (10) um ato público para denunciar as violências praticadas contra as mulheres e o povo. No ato de encerramento, em um momento simbólico, durante alguns minutos, as camponesas se colocaram de costas para o Tribunal de Justiça do Estado. Estavam ajoelhadas, de olhos vendados e representavam a imagem da Justiça brasileira. Após alguns minutos, levantaram-se e gritavam palavras de ordem, reafirmando o compromisso de não ficar de olhos vendados e de joelhos diante das injustiças cometidas contra as mulheres. Junto a luta das mulheres, também somaram a participação de servidores/as públicos/as de diversas categorias: professores, servidores da segurança pública e técnicos científicos, assim como, a participação de estudantes. No final do ato as mulheres da Via Campesina anunciaram que ainda no mês de março haverá um conjunto de lutas, pelo fim da criminalização dos Movimentos Sociais no RS, pela Reforma Agrária e pelo fim do modelo energético atual.
Imagem: Marcelo Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário