1 de abr de 2009

Os órfãos da Aracruz e suas batalhas sangrentas

Alguns órfãos da falida Araruz celulose (hoje Votorantin Celulose e Papel ) fizeram ontem (o1) carreata em suas SUVs (Sport Utility Vehicles) de R$ 170 mil reais cada, em Bagé. Distribuíram panfletos em que defendiam o agronegócio (papeleiras, latifúndio, multinacionais distribuídoras de pesticidas etc) no Brasil. Plantaram meia dúzia de pés de chupa-água (eucaliptos) pra contrapor politicamente os eucaliptos derrubados no início de março pela Via Campesina na Estância Aroeira, em Candiota, e deram no pé. Afinal, ninguém é de ferro, e esses bravos trabalhadores do agronegócio enfrentaram com bravura o frio do ar-condicionado eletrônico de suas caminhonetes e depois se degladiaram em mais uma batalha violenta com um sangrento desfecho, culminando num vermelho-comunista churrasco, que já estava começando a se revoltar e queimar (ahahahahhaha). O jornal Minuano, de Bagé relata parte da batalha " Num percurso de mais de 40 quilômetros, sob um sol escaldante e muita poeira, um comboio de potentes picapes percorreu uma estrada de chão, ontem à tarde, até a Fazenda Aroeira, em Candiota. Esse foi o local onde aconteceu o ato mais importante do lançamento do movimento “Alerta Verde”....." Claro ! todo esse esforço não foi em vão. Tudo isso regado com uma boa água vinda da escócia para matar a sede desses bravos guerreiros, acompanhados de um bom suco de uva de origem Chilena (ahahahahahhaha). Engraçado ! Tanto aqui quanto na Argentina, quando os latifundiários fazem campanas nas estradas Federais e impedem o trânsito, nas suas reivindicações, a grande mídia trata como protesto, quando é o MST, são terroristas, invasores e usurpadores do direito de ir e vir. Os defensores do agronegócio dizem que vão estabelecer uma permanente vigília nas estradas para coibir possíveis ocupações do MST no mês de Abril. Faltará água escocesa na região (ahahahha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário