25 de mai de 2009

Correndo para o Senado

A aparição de Germano Rigotto na condição de pré-candidato do PMDB à sucessão da sua aliada de governo Yeda Crusius é pura balela. O candidato é o Fogaça e Rigotto vai ser o candidato ao senado. Aliás, foi no governo "ético" de Rigotto que a roubalheira do Detran foi arquitetada e colocada em prática, tendo como "liderança" a turma do PP, que após a eleição de Yeda não queria largar o osso para Lair Ferst (é só olhar no material da CPI do Detran). Enquanto a grande mídia bomba a imagem de Rigotto, Fogaça fica inerte, quietinho em seu casulo só esperando a hora certa de se lançar como a grande novidade ética do PMDB. Aliás, se sair a CPI, muita coisa vai aparecer da ética gestão do PMDB em Porto Alegre. Foto: Nabor Goulart

Nenhum comentário:

Postar um comentário