18 de mai de 2009

Gostei do Plano B do deputado Marroni

Gostei do Plano B proposto pelo deputado Federal Fernado Marroni, do PT gaúcho. Ele defende a aprovação de um Projeto de Emenda Constitucional (PEC) que possibilita o atual presidente concorrer pela terceira vez. A região do deputado foi, por décadas, uma das mais pobres do Brasil. Isso mesmo, a região sul possui um dos IDHs (Indice de Desenvolvimento Humano) mais baixos do país. Nestes últimos seis anos o governo Lula investiu pesado em infraestrutura naquela região, fazendo com que Pelotas, Rio Grande e todos os municípios voltassem a ser novamente um pólo de desenvolvimento econômico e social no Estado. Desta forma, a tese de Marroni, do ponto de vista de quem viu uma região inteira se recuperar do marasmo e da falta de política públicas (FHC, Collor etc..), não está errada. Eu também aprovaria essa proposta se visse que minha região, em apenas seis anos, recuperou seu prestigio econômico e social e principalmente a sua identidade.

3 comentários:

  1. Apoiado.
    O Lula merece mais 4 anos.

    Pela primeira vez a história se faz alguma coisa pelos pobres deste país.

    Pela primeira vez na história o
    Brasil está caminhando pelas próprias mãos, e com sucesso.

    ResponderExcluir
  2. Pois essa região Sul que é tão pobre e que estaria se recuperando do marasmo é ingrata e desafia a própria sorte.
    O nobre deputado é tratado como um pária, a rede de jornalismo local pertence à cacicada maragata, e não quer saber de discutir o assunto.
    A bovinagem da região sul sofre um horror com a Yeda e os pedágios do Brito, com a secura de ICMS da Lei Kandir que isenta as importações, mas vota fielmente em qualquer picareta que seja o anti-PT.
    É dureza, viu.

    ResponderExcluir
  3. Não é bem assim. O anti-petismo é forte em Pelotas, devido aquela declaração do Lula, eu suponho. Mas veja na região extremo-sul, a varias prefeittura do PT, São Lourenço, Jaguarão, Pedro Osório etc... Rio Grande apesar de ter reeleito a dinastia dos Branco viu um grande crescimento do PT nas ultimas eleições.
    Agora, de fato não da pra entender o anti-petismo em PEl. O que o governo Lula fez pela UFPel ninguem mais fez.

    ResponderExcluir