5 de jun de 2009

OP da RBS

Realmente não entendi o motivo pelo qual o grupo RBS lançou o seu Orçamento Participativo Estadual. Com o nome " 3 Projetos Para o Rio Grande" o grupo estimula votações pela internet e preenchimento de cupons. Bem ! vamos lá ! Até um ano atrás o jornal Zero Hora estampava o retrato da crise, o caos nas finanças públicas e entrava em orgasmos com o chamado déficit Zero de Yeda (nunca mais falaram do assunto ). Hoje o Estado não investe nem o mínimo exigido pela Constituição na saúde e na educação. Sabiamente notei que três deputados estaduais não entraram nesse joguinho de gato e rato da votação nos projetos (Pavan, Marcon e outro que não lembro o nome); Afinal num Estado com poucos recursos, um governante sério deverá optar entre escolher investir em educação ou mega pontes ? prefere investir em saúde pública ou em estradas ? O metrô por exemplo é obra Federal e com a Copa de 2014 virá com certeza. A maioria das outras obras do OP da RBS são mega construções, com investimentos de milhões de reais, durante anos (todas são obras Federais ahhaha) . Depois de escolhida, ZH vai fazer toneladas de reportagens sobre o tema e até criarão um selinho. Provavelmente iniciarão com: passaram 100 dias e nada foi feito, ou Dilma não cumpre promessa, ou obras não saem do papel. Quem disse que isso é prioridade estadual ? Perguntem na vila chocolatão qual a prioridade deles; ou para os agricultores sem terra que estão na beira das estradas qual é a prioridade; ou para os pequenos agricultores que estão endividados qual a sua ; perguntem para aqueles que ficam horas nos postos de saúde para tirar uma ficha qual será a deles; ou para os professores que lecionam em escolas de lata. Viva o povo mais politizado do Brazzzzillllllll.

Um comentário:

  1. Excelente observação Kiko. Num primeiro momento imaginei que o PRBS bancaria as tais obras. Eles continuam construindo subjetividades e alimentando os "politizados" deste rincão guasca e tartufo.

    ResponderExcluir