13 de jul de 2009

RS batendo recorde, de novo.

Se me perguntarem o porquê do Rio Grande guapo ranquear o número de morte por gripe A, posso afirmar que não é apenas uma fatalidade, ao contrário do que falam. O Estado mais politizado do Brasil não estava e não está preparado como foi propagandeado pelo secretário da saúde para tal tarefa. Dos três casos nacionais de morte, dois, infelizmente, são daqui. O primeiro foi um caminhoneiro, e o segundo um menino de nove anos que morava em Sapucaia do Sul. Ele foi internado no dia 2 de julho na UTI do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, e morreu no dia 5. Espero que o pouco que resta desse governo tenha a dignidade de investir em saúde , haja vista a chegada do inverno e com ela as doenças do frio (gripes e resfriados). Se continuar assim teremos mais e mais casos, batendo esse triste recorde negativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário