14 de ago de 2009

BM usou Taser contra agricultores em São Gabriel


A grande mídia não divulgou, mas ontem (13), em São Gabriel, a BM usou a vontade a nova arma dita não letal Taser . Segundo sites especializados no tema, os impulsos elétricos transmitidos no disparo são de 50.000 volts, e afetam o sistema nervoso central do indivíduo, imobilizando-o, fazendo com que ele fique na posição fetal. Ao atingir a vítima, os eletrodos disparam uma descarga de 5 segundos. Após isso, caso o operador permaneça com o dedo no gatilho, uma descarga é liberada a cada 1,5 segundo.

O alcance máximo da arma, a depender do cartucho utilizado, é de aproximadamente 10,6 metros (comprimento do fio da M26), e após um disparo, os fios tem que ser recolhidos para que a arma seja novamente utilizada. Os 50.000 volts citados, são gerados por 8 pilhas AA de 1,2 volts, através de condensadores e transformadores que a arma possui. O fabricante informa que todas as armas possuem uma memória digital que armazena a data e a hora dos 585 últimos disparos, além de expelir confetes identificadores com o número serial do cartucho no momento do disparo.

Segundo sites especializados, as Taser (armas de choques eléctricos) já mataram 334 pessoas desde 2001 nos Estados Unidos da América (EUA). Estes são números divulgados pela Amnistia Internacional (AI) naquele que é o relatório mais recente sobre estas armas. Para contrariar estes números, as autoridades alegam que muitas destas mortes se devem ao consumo de estupefacientes.

Parece que o novo brinquedinho da BM será usado para outros fins que não o do combate a criminalidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário